Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 07/10/2014 08:59 - Atualizada em: 07/10/2014 14:29
PF vai investigar quem teria votado no lugar dos eleitores de Lavras e S. Antônio do Amparo
Dois casos que a PF deverá investigar: quem votou pelos eleitores?

Imagem ilustrativa extraída do site cadaminuto.com

 

WhatsApp do Jornal de Lavras: (35) 9925-5481

Um fato estranho aconteceu em Lavras no dia da eleição. O eleitor Alan Figueiredo foi impedido de votar porque no sistema indicava que ele já tinha votado. O eleitor Alan Peloso chegou à sessão, apresentou seu título e o espaço para assinatura no livro ainda estava em branco.

Acontece que quando o mesário da sessão, que fica no Gammon, foi digitar no sistema seus dados para preparar a urna para votação, o sistema acusou que ele já tinha votado. A princípio acreditou-se tratar de um homônimo, porém, constatou-se que não era o caso.

O mesário acionou os representantes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pediram para que o ocorrido fosse registrado em ata e o eleitor, também orientado por eles, fez um boletim de ocorrência.

O TRE-MG, através de sua assessoria, informou que não tem como explicar o que ocorreu, porque fica a cargo da Polícia Federal investigar a causa. Conforme o TRE-MG, foram recebidas algumas ligações sobre supostos episódios parecidos, mas não confirmados.

Outro caso semelhante aconteceu na cidade de Santo Antônio do Amparo. Uma mulher de 32 anos, Roseli das Graças, também foi surpreendida quando foi cumprir com seu compromisso de cidadã. Ela foi informada pelo mesário de sua sessão que já haviam votado por ela. 

Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Lavras 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras