Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 10/06/2010 01:47 - Atualizada em: 11/06/2010 02:34
Juiz acata pedido de ação civil contra a construção do prédio da Câmara

     

        Presidente Evandro Castanheira disse que se manifestará quando for notificado

 

O juiz da Primeira Vara Cível, Núbio de Oliveira Parreiras, acatou um pedido de ação civil contra a construção do prédio da Câmara Municipal de Lavras e concedeu liminar ordenando a imediata paralisação das obras. Caso a decisão seja descumprida, o valor da multa diária é de R$ 10 mil. A notícia desagradou os moradores da praça Santo Antônio, que querem a construção.

Na decisão, o juiz afirma que a construção do prédio no centro prejudica o meio ambiente e o patrimônio histórico e cultural da cidade. Ele também leva em consideração que a ação tem um abaixo assinado com 9,1 mil assinaturas. A decisão do juiz Núbio de Oliveira cabe recurso da Câmara Municipal.

Para os moradores da praça Santo Antônio,a justiça teria que ouvir quem mora no lugar e não acatar o pedido de pessoas que às vezes passam pela praça. O local é conhecido como ponto de prostituição e de drogas. Para os moradores, a construção do prédio poderia revitalizar o espaço.

O presidente da Câmara, vereador Evandro Castanheira Lacerda, disse que não vai se pronunciar, mesmo porque ainda não recebeu nenhuma notificação por parte da justiça. Castanheira também acha que quem deveria ser ouvido seria os moradores da do entorno do prédio.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras