Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / Cultura /


Publicada em: 28/05/2014 14:14 - Atualizada em: 28/05/2014 21:43
Fotógrafo lavrense está expondo no Solar da Baronesa, em São João del-Rei
O movimento que convulsionou o país há um ano e ganhou as ruas de Lavras, foi registrado pelo fotógrafo Jean Morel, as fotos estão expostas no Solar da Baronesa, em São João del-Rei

A exposição estará aberta ao público até o dia 22. Abaixo, o fotógrafo Jean Morel

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

Em junho do ano passado, uma onda de protestos tomou conta do Brasil, foi o movimento conhecido como "Manifestações dos 20 centavos", "Manifestações de junho" ou "Jornadas de Junho". Foram várias manifestações populares que se espalhou pelas ruas das principais cidades do país, inicialmente surgiram para contestar os aumentos das tarifas do transporte público, mas o movimento se alastrou e outras manifestações foram surgindo. Foi um movimento que os brasileiros não viam deste a época do impeachment de Collor.

O que era um movimento restrito aos grandes centros ganhou o Brasil, elas seguiram o mesmo processo de programação viral de protestos que surgiram em outros países, sobretudo na Europa. No Brasil, as manifestações tomaram conta das principais cidades brasileiras. Em Lavras o movimento ganhou força e, segundo dados da Polícia Militar, 12 mil pessoas saíram às ruas na tarde do dia 20 de junho. Os manifestantes saíram da praça Dr. Jorge pouco antes das 18h, e caminharam, em passeata, pela rua Barão do Rio Branco, depois passaram pela praça das Mercês, rua Sant'Anna, rua Getúlio Vargas, praça Augusto Silva, praça Leonardo Venerando, rua Francisco Salles, rua Barbosa Lima, rua Firmino Salles, praça Santo Antônio, rua Lourenço Menicucci, rua Chagas Dória, rua Sargento Osório, rua João Modesto, rua Misseno de Pádua, rua Rui Barbosa, desceram a rua Francisco Salles, e ganharam novamente as praças Leonardo Venerando e Augusto Silva, onde ocorreu a dispersão.

Todo a manifestação pacífica e bem humorada foi acompanhada pelo fotógrafo Jean Morel, que registrou detalhes que para muitos passaram despercebidos, ele registrou com sua máquina e transformou os registros numa exposição fotográfica que hoje está montada no Solar da Baronesa, espaço cultural da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).  A exposição do lavrense, que é filho e neto de fotógrafos, denominada "Movimento – Um olhar sobre a manifestação de um povo descontente", poderá ser visitada até o dia 22 de junho.

A denominação Movimento faz referência não apenas à onda de protestos que ocorreram no Brasil no ano passado, mas também ao movimento captado nas imagens. O Solar da Baronesa fica na praça Dr. Augusto das Chagas Viegas, 17, Largo do Carmo, Centro Histórico de São João del-Rei. Vale a pena conferir o trabalho deste lavrense. 

Clique aqui e comente esta notícia no Facebook do Jornal de Lavras

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras