Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 23/09/2010 12:18 - Atualizada em: 23/09/2010 19:50
Ufla e PM firmam parceria inédita no Brasil
Campus da Ufla terá posto policial comunitário, uma iniciativa inédita no Brasil. Esta será a primeira vez que uma área federal tem a cobertura de uma polícia estadual.

     

        Vista aérea do campus da Ufla

 

O projeto de expansão da Universidade Federal de Lavras (Ufla) prevê, também, a questão da segurança, já que o número de circulantes naquele campus passará para quase 50 mil pessoas/dia. Pensando assim, na quarta-feira, dia 21, foi realizada uma reunião entre o comando da Sexta Região de Polícia Militar, o comando do 8º Batalhão e a reitoria da Universidade Federal de Lavras, para a implantação de um posto policial comunitário no interior do Campus.

A previsão do número de alunos já para o próximo ano será de 12 mil. Para que se possa ter uma idéia, este número é superior ao número de habitantes de cidades como: Itumirim, Ijaci, Ribeirão Vermelho e outras. A Sexta Região de Polícia Militar possui 44 cidades em sua circunscrição, e apenas 20 delas possuem uma população acima de 12 mil habitantes e, em todas elas, há um contingente de pelo menos 8 policiais militares.

O reitor da Ufla, professor Antônio Nazareno Guimarães Mendes (foto à esquerda),  se comprometeu em construir, ainda este ano, um posto policial próximo ao prédio da Biblioteca Central, com toda estrutura necessária para servir como uma base policial militar.

A previsão, de acordo com o estudo, é que no primeiro semestre do próximo ano, o novo setor tenha dois sargentos e seis soldados realizando diuturnamente o policiamento na Universidade. Segundo o comandante da Sexta Região, coronel Wilson Gomes da Silva (foto à direita) prioritariamente serão empregados no campus, policiais militares com curso superior e com curso de polícia comunitária.

Esta iniciativa é inédita no país, pela primeira vez um posto da polícia militar será implantado num campus de uma universidade federal. Para o comando da Sexta Região e para a Reitoria da Federal de Lavras, o projeto aumentará a sensação de segurança subjetiva no campus, diminuirá a incidência criminal, facilitará o acesso da comunidade estudantil à Polícia Militar e promoverá uma maior interação comunitária.

O comandante do 8º Batalhão, coronel Luiz Rogério de Assis (foto à esquerda) disse que a partir do dia primeiro de outubro, sexta-feira, duas moto patrulhas já começarão a realizar o policiamento no campus, das 7h às 23h, durante toda a semana.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras