Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


notícias /


Publicada em: 19/07/2013 08:11 - Atualizada em: 19/07/2013 14:34
Entrega das casas do Minha Casa Minha Vida em Lavras está dependendo apenas dos serviços da Copasa e Cemig
As casas estão prontas, a prefeitura está aguardando apenas a ligação de energia elétrica e distribuição de água por parte da Cemig e Copasa

Casas Minha casa Minha Vida, do bairro Judith Cândido Andrade, estão prontas, aguardando apenas ligação de água e energia elétrica

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

As 400 casas do conjunto habitacional "Judith Cândido de Andrade", construídas em Lavras, na Zona Norte da cidade, às margens do Anel Viário, através do programa "Minha Casa Minha Vida" do governo federal estão prontas, aguardando apenas a ligação de energia elétrica e distribuição de água por parte da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) e da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), respectivamente, o que deverá ser realizado nos próximos dias. Com isso, 400 famílias serão beneficiadas.

Ontem, quinta-feira, dia 18, o prefeito Marcos Cherem, o gerente da Caixa Econômica Federal (CEF), Marcelo Lobato e a secretária de Desenvolvimento Social, Roseli Silva Santos Oliveira, se reuniram e emitiram uma nota para a imprensa informando que as casas do conjunto habitacional, que já estão prontas, tem previsão de entrega para a segunda quinzena de agosto, tempo hábil para a Cemig e Copasa concluírem suas responsabilidades na obra.

A Caixa Econômica Federal acompanhou o cronograma das obras do conjunto e todo o processo de seleção feito através do cadastro na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. A escolha das famílias beneficiadas com as moradias foi feita única e exclusivamente pela CEF, sem a interferência ou gerencia de políticos atuais ou aqueles que deixaram seus cargos, foi uma escolha técnica, onde os escolhidos seguiram as normas estabelecidas pelo serviço social da Caixa.

O novo bairro, depois que a Cemig e a Copasa concluírem suas obras, beneficiará cerca de 1,6 mil pessoas, sendo que um número de residências foram adaptadas para deficientes e idosos.

Segundo o prefeito Marcos Cherem, além das casas, a prefeitura negociou com a construtora e com a CEF a construção de equipamentos comunitários naquele bairro: um Cemei (Centro Municipal de Educação Infantil), para atender cerca de 200 crianças, uma escola municipal para abrigar  aproximadamente 500 alunos, quadra esportiva, uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Para isso serão investidos R$ 3,5 milhões. Segundo a nota expedida pelo Chefe do Executivo, "espera-se que em um ano toda essa estrutura esteja totalmente concluída, trazendo qualidade de vida para os moradores da região".

 

Envie para um amigo
Voltar


                                                               Quer saber? www.jornaldelavras.com.br
                                                                  A informação a um click de você

                                                                    Acompanhe o Jornal de Lavras no Twitter: twitter.com/jlavras  

                                                                  E também pelo Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras