Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 18/09/2010 19:19 - Atualizada em: 19/09/2010 12:05
Advogado lavrense vai atuar, esta semana, em caso de repercussão nacional
Advogado lavrense vai atuar em caso de repercussão nacional: um crime, com emprego de meio cruel, cometido em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

     

        Lúcio Adolfo da Silva, advogado, e Maura Gracielle Martins, a ré. Fotografias extraídas do jornal O Tempo

 

O advogado lavrense Lúcio Adolfo da Silva, um dos mais conceituados criminalistas de Minas Gerais, vai atuar no Tribunal do Júri na quinta-feira, dia 23, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Ele será o advogado de defesa de Maura Gracielle Martins que, em 2003, cometeu um crime que ganhou a mídia nacional devido a forma como aconteceu.

Maura era evangélica, freqüentava igreja e trabalhava num trailer em Betim; ela largou a vida tranqüila quando conheceu as drogas, passando a freqüentar noitadas, bares, boates e festas rave em sítios, sempre em companhia de pessoas envolvidas com drogas.

Em março de 2003, Maura, na época com 20 anos, fazia um piquenique às margens da lagoa Várzea das Flores, em Contagem, com o seu namorado Weberson Amaral Resende, na época com 36 anos. Weberson foi morto a pedradas na cabeça e, segundo a acusação, Maura teria passado com o carro duas vezes sobre o corpo do rapaz, depois, ocultou o cadáver e ateou fogo ao automóvel.

A estratégia do advogado Lúcio Adolfo da Silva é desqualificar a denúncia para conseguir reduzir a pena a que Maura terá que pagar. Ela pode ficar na cadeia de 12 a 30 anos, caso seja condenada por homicídio qualificado por motivo banal e com o emprego de meio cruel, ocultação de cadáver, dano material e corrupção de menor.

O advogado Lúcio Adolfo da Silva é lavrense, ele é irmão do, também advogado, João Batista da Silva, assessor jurídico da Câmara Municipal. A mãe de Lúcio, Luzia Ferreira da Silva, também era advogada, ela morreu em 2009.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras