Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Meio Ambiente /


Publicada em: 16/09/2010 02:41 - Atualizada em: 02/11/2011 12:38
O Pantanal é logo ali, na Ufla
Elas chamam a atenção pela elegância do vôo, pela plumagem branca contrastando com o amarelo do bico e pés, são as garças da Ufla.

     

        Ninhal das garças na Ufla

 

Toda tarde o ritual se repete: centenas de garças cruzam o céu de Lavras rumo ao ninhal que elas têm nas proximidades da piscicultura da Universidade Federal de Lavras (Ufla). Elas voam em forma de "V" vindas de várias direções, exibindo sua plumagem branca e seus bicos e pés amarelos.

O ninhal das garças existe há mais de 10 anos, elas se apoderaram do local por causa da proteção das árvores e pela proximidade de farta comida, os peixes da piscicultura da Ufla. A piscicultura praticamente não existe mais, mas as garças permaneceram naquele local.

De manhã, logo quando o sol desponta, as garças saem exibindo a formação de aeronaves de combate, em busca de seus alimentos: os peixes, que são capturados pelos seus bicos pontiagudos nas águas do lago de Furnas, do lago do Funil e nos rios Capivari, Cervo e Grande. Ao entardecer elas voltam exibindo a mesma formação, só que saciadas.

Elas descem em bandos, pousam nas copas das árvores e procuram seus ninhos para alimentar seus filhotes. O barulho é ensurdecedor e o cheiro forte de peixe é sentido a distância; muitas vezes o excesso de suas fezes ácidas pode causar danos temporários à vegetação.

No período que antecede a reprodução, o número de garças aumenta. As garças cumprem importante papel no controle das populações de peixes nos lagos, rios e represas.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras