Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Meio Ambiente /


Publicada em: 12/09/2010 15:58 - Atualizada em: 02/11/2011 12:38
Dois incêndios no domingo mudam a paisagem dos arredores de Lavras
A batalha contra o fogo em dois locais diferentes, na tarde de domingo, nos arredores de Lavras: um incêndio destruiu o sopé da Serra do Gambá e, o outro, próximo à pedreira da Fabril.

     

        Fogo, provocado pela mão do homem, destruiu o que a natureza levou anos para formar

 

A chuva que caiu em Lavras na semana passada não foi suficiente para mudar a paisagem ressequida dos campos, nem a qualidade do ar. Na tarde de domingo dois grandes focos de incêndio deram trabalho para o Corpo de Bombeiros, um na Serra do Gambá e outro próximo a pedreira desativada da Fabril Mineira.

Os dois incêndios podem ter sido criminosos, acredita o Corpo de Bombeiros. Dois caminhões pipa e uma viatura foram enviados para o combate às chamas. A Serra do Gambá concentra uma grande variedade de espécies da fauna e também da flora: na mata que rodeia a serra existem bromélias, orquídeas, samambaias e árvores nativas. Parte da mata foi destruída pelo fogo.

Além dos Bombeiros, moradores próximos às áreas afetadas ajudaram no combate às chamas. Os incêndios nas matas são imprevisíveis, ganham velocidade ou mudam de rota de acordo com a mudança dos ventos. Quando o incêndio ganha força, a baixa umidade, as temperaturas altas e os ventos fortes fazem com que aumente de velocidade, e o fogo devora tudo que encontra pela frente, matando animais e destruindo o que a natureza levou anos para formar.

  

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras