Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Tecnologia /


Publicada em: 01/03/2013 19:32 - Atualizada em: 02/03/2013 15:18
Solenidade reuniu autoridades na Ufla
O Lavrastec faz parte do Projeto Estratégico Rede de Inovação Tecnológica. Também foi anunciada a construção da Agência de Inovação do Café

Autoridades que formaram a mesa durante a solenidade

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

O governo mineiro e a Universidade Federal de Lavras (Ufla) anunciaram, durante evento na instituição de ensino superior, na quinta-feira, dia 28, o início das obras do Parque Científico e Tecnológico de Lavras (Lavrastec) e da Agência de Inovação do Café, com investimentos da ordem de R$ 65 milhões. Também foi assinada a ordem de serviço que dará início às obras do Centro de Eventos, do Complexo de Cultura e do Complexo de Esporte de Alto Rendimento.

O Lavrastec faz parte do Projeto Estratégico Rede de Inovação Tecnológica (RIT), um dos quatro prioritários do Governo de Minas, coordenados pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes).

Já foram inaugurados os parques tecnológicos de Viçosa, Belo Horizonte e Itajubá, todos eles em parceria com universidades federais. Ainda em fase de projeto estão os parques de Uberaba e Juiz de Fora.

Em seu pronunciamento, o secretário da Sectes, Narcio Rodrigues, que representou o governador Antônio Anastasia, ressaltou a importância da organização do setor em torno de projetos com potencial de impactar a economia do Estado. Narcio destacou a aglutinação de forças em torno da cadeia produtiva do café, que resultou na instalação do Pólo de Excelência do Café, na Agência de Inovação do Café e no Geoportal do Café – lançado durante o seminário, iniciativas que têm o apoio e participação da Ufla.

Reconhecendo a importância dos gestores públicos presentes no evento, Narcio Rodrigues destacou a iniciativa da Ufla de compartilhar conhecimento, tecnologias e boas práticas de gestão, amparando a elaboração de projetos estratégicos para o desenvolvimento do Estado. O secretário reforçou ainda a necessidade de ser considerada a descentralização dos recursos federais por meio de um pacto federativo.

"Não basta ser uma universidade consolidada como uma das instituições mais qualificadas de Minas e do país, queremos que nossas experiências sejam compartilhadas e que possamos servir de apoio para uma aproximação entre municípios, governo estadual e federal, em torno do bem-estar da sociedade que nos financia", enfatizou o reitor da Ufla, professor José Roberto Soares Scolforo.

Junto com o secretário Narcio Rodrigues, estiveram presentes os secretários de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, e o secretário-adjunto de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Paulo Romano.

Também compareceram prefeitos ligados a Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago), Associação dos Municípios da Microrregião do Baixo Sapucaí (Ambasp), Associação de Municípios da Microrregião do Alto Rio Grande (Amalg) e Associação dos Municípios da Microrregião dos Campos das Vertentes (Amver).

A Agência de Inovação do Café, que será sediada no campus da Ufla, vai integrar em um mesmo espaço iniciativas voltadas ao desenvolvimento de inovações para o setor cafeeiro, por meio da interação entre competências institucionais.

O projeto vem sendo articulado desde 2009 pelo Pólo de Excelência do Café da Sectes, contando com o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e Ufla.

Estima-se um investimento na ordem de R$ 2 milhões e a construção deverá ser finalizada no segundo semestre de 2013. Desse montante, foi feito o repasse de R$ 1,2 milhão pela Finep e a contrapartida da Ufla será de R$ 800 mil, negociados com o Ministério da Educação (MEC).

O projeto vai integrar iniciativas como o Pólo de Excelência do Café, o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT-Café), Centro Tecnológico de Comercialização Online de Café (e-Café Brasil), o Centro de Inteligência em Mercados (CIM), que inclui o Centro de Trainee em Mercados e Bureau de Informação e Desenvolvimento do Café, além de ações do Centro de Ensino, Pesquisa e Extensão do Agronegócio Café – Cepecafé/ Ufla.

Uma demanda antiga do setor cafeeiro, o mapeamento das áreas de café do Estado terá como resultado uma ampla base de dados cartográficos, o que permitirá a elaboração de micropolíticas territoriais, de acordo com as diretrizes de planejamento estratégico do Governo de Minas, e fornecerá às regiões e municípios diagnósticos gerais e uma perspectiva global sobre a realidade da cafeicultura.

Estavam presentes também a solenidade o deputado lavrense Fábio Cherem e o prefeito de Lavras Marcos Cherem, além dos deputados Reginaldo Lopes e Antônio Carlos Arantes.

 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras