Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Meio Ambiente /


Publicada em: 02/09/2010 21:32 - Atualizada em: 02/11/2011 12:38
Palmeiras imperiais estão sendo replantadas na praça Augusto Silva
Arquiteto Evandro Menicucci está restaurando o paisagismo da praça Augusto Silva, replantando as palmeiras imperiais para recompor a paisagem.

     

        Palmeiras Imperiais da praça Augusto Silva

 

Por iniciativa do secretário Municipal de Regulação Urbana e Meio Ambiente, o arquiteto Evandro Menicucci, a praça principal da cidade, a Augusto Silva, estará resgatando sua forma original, quando existiam palmeiras imperiais dos dois lados da avenida da praça.

A paisagem nos remetia a avenida principal do Jardim Botânico, do Rio de Janeiro. Com o passar dos anos as majestosas palmeiras foram morrendo e as falhas entre uma e outra, descaracterizou o jardim mais bonito e imponente do Sul de Minas.

As palmeiras foram plantadas em 1904, juntamente com alguns ipês, eles ajudaram a compor o paisagismo dos canteiros da praça Municipal, que foi inaugurada no dia 29 de novembro de 1908, por iniciativa do coronel Pedro Salles.

A palmeira Imperial é nativa do norte da Venezuela, Guiana e Cuba (Ilhas Caribenhas). Distribuídas pelo mundo todo, estão centralizadas nas regiões tropicais e subtropicais, por isso apresentou fácil adaptação no Brasil. Elas foram trazidas para Lavras por Samuel Rhea Gammon, do Rio de Janeiro. No Brasil elas foram trazidas pela Família Imperial, daí o nome "palmeira imperial".

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras