Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Tecnologia /


Publicada em: 22/01/2013 09:07 - Atualizada em: 22/01/2013 12:46
Cinco apagões em três meses, esta é a realidade de milhares de moradores de Lavras
De outubro a janeiro, os moradores da Zona Norte da cidade ficaram sem luz por cinco vezes, eles não tiveram réveillon e a ceia de Natal também foi comprometida

Imagem ilustrativa

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

Mais um apagão na Zona Norte da cidade, o quinto de outubro até janeiro deste ano. Desta vez o apagão foi às 8h da manhã de ontem, segunda-feira, dia 21, e a luz voltou cerca de duas horas depois.

O apagão de outubro foi no dia 3, quando a cidade ficou as escuras das 20h55 até às 21h15. Na época a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que além de Lavras, ficaram sem energia elétrica os consumidores de Sete Lagoas (Região Central), Uberaba, Uberlândia e Arapoã (Triângulo Mineiro), Patos de Minas, Araxá, Carmo do Paranaíba e Rio Paranaíba (Alto Paranaiba), Bonsucesso e Santo Antônio do Amparo (Centro-Oeste), Caxambu e Passos (Sul), Poté, Novo Cruzeiro e Malacacheta (Vale do Mucurí), e Pintópolis e São Francisco (Norte).

Parte de Lavras ficou sem energia elétrica na tarde do dia 17 de dezembro, a luz acabou às 15h14 e só retornou mais de quatro horas depois, às 19h20. A falta de energia elétrica provocou um transtorno na travessia sob o pontilhão da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que liga aos bairros Cohab, Lavrinhas, Nossa Senhora de Lourdes, Caminho das Águas, Cidade Nova, Alto dos Ipês e outros, isso porque a travessia é controlada por um semáforo. Outro local que também ficou sem energia elétrica foi a Universidade Federal de Lavras (Ufla).

Na véspera de Natal, dia 24, a Zona Norte ficou as escuras, a luz acabou às 21h25 e foi restabelecida às 23h25, quase acabando com o Natal dos moradores dos diversos bairros daquela região.

Se no Natal a luz voltou 35 minutos antes, a virada de Ano Novo foi um desastre para os moradores da Zona Norte, isso porque eles passaram o réveillon no escuro. Milhares de lavrenses ficaram sem energia elétrica dois minutos antes da virada do ano e o restabelecimento foi às 3h da madrugada do dia primeiro. O réveillon dos moradores dos bairros Vila Ester, Vila Inácio Velentim, Vila Mariana, parte da praça Dr. Jorge, parte da avenida Pedro Salles, bairro Aquenta Sol, praça Dr. José Esteves, Cohab, Alto dos Ipês, Caminho das Águas I, Caminho das Águas II, Cidade Nova, avenida Paulo Costa Pereira em toda sua extensão, Nova Era I, Nova Era II e outros, foi no escuro.

Ao que parece, a Cemig não acompanhou o crescimento de Lavras, ela tem deixado a desejar com frequência, sobretudo aos moradores da Zona Norte. Em cerca de três meses registrar cinco apagões, uma média de 1,7 apagão por mês, não é normal, algo está errado. E a Cemig ainda não informou à imprensa sobre a causa do apagão de ontem.

 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras