Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 01/01/2013 15:51 - Atualizada em: 01/01/2013 19:21
Marcos Cherem, Tide e os 17 vereadores tomam posse hoje com alguns desafios bem delineados
Prefeito, vice-prefeito e vereadores serão empossados com o compromisso de modernizar a cidade para que ela possa absorver o seus crescimento.

Vista parcial de Lavras

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

O prefeito eleito Marcos Cherem (PSD), o vice Aristides Silva Filho (PSD) e os 17 vereadores eleitos em Lavras tomam posse hoje com compromissos distintos.

 Marcos Cherem tem pela frente o compromisso de mudar a imagem do Executivo, mudanças estas que ele cobrava da até então prefeita Jussara Menicucci quando vereador. Ele tem um grande desafio pela frente: modernizar a cidade para que ela possa absorver o seu crescimento e um dos pontos principais é a mobilidade urbana. Ainda dentro da modernização da cidade, outro desafio é fazer valer a Lei de Uso e Ocupação do Solo, pensar numa Lavras de pelo menos 30 anos pela frente.  

Já os vereadores terão que se reposicionarem, fazer um mandato diferente de seus antecessores. Na até então atual legislatura, com 10 vereadores, apenas quatro se reelegeram , ainda assim com uma votação pequena: Anderson Marques, o Anderson Garçom, por exemplo, saiu de uma eleição para deputado estadual, o que teoricamente o colocaria no topo e teria que ter, pelo menos, uma votação superior  a que teve na eleição passada para vereador, no entanto, obteve menos da metade dos votos que teve em 2008.

Evandro Castanheira Lacerda, que até então é o presidente da Câmara Municipal, se reelegeu com apenas 805 votos e só conseguiu se manter no Legislativo por causa da coligação.

Sebastião dos Santos Vieira foi outro que teve uma votação inferior as que obteve nas eleições passadas. Sebastião se reelegeu porque assumiu uma postura diferente dos demais vereadores.

Daniel Costa, um campeão de votos, também só se reelegeu por causa da legenda. Daniel, que sempre teve uma votação superior aos mil votos, teve nesta última eleição 686 votos, a metade da última eleição que o levou para o Legislativo.

Os demais eleitos assumirão as cadeiras com a responsabilidade de fazer o contrário de seus antecessores: legislar e não pedir mudanças de locais de postes, pedir colocação de quebra-molas, arrumar campos de futebol, mudar pontos de ônibus e outros pedidos que não são função de vereador, a eles cambe apenas fazer leis que beneficiem a comunidade e fiscalizar o Executivo.

A mudança radical na Câmara foi uma prova de que a população lavrense amadureceu politicamente e isso se refletiu na hora da escolha de seus candidatos. O recado foi dado na renovação de 60% das cadeiras.

A população quer mais transparência, o fim das verbas complementares ao salário, projetos de grande relevância para a cidade, quer vereadores mais próximo dela, não fazendo favores pessoais ou denominando ruas com nomes de parentes falecidos. Para atuar, os vereadores têm uma ferramenta que revolucionou a política: a rede social.

 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras