Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 05/12/2012 22:28 - Atualizada em: 06/12/2012 10:19
Reunião política inimaginável foi realizada em Lavras: André Valle e Carlos Alberto Pereira
Reviravolta na política de Lavras: PCdoB se reuniu hoje com Carlos Alberto Pereira.

Reunião entre Carlos Alberto Pereira e o PCdoB mostrou que a frese dita há 60 anos por Benedito Valadares é atual nos dias de hoje

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

Há cerca de 60 anos, um grupo de políticos mineiros reunidos com a imprensa discutiam diversos assuntos e um jornalista presente tocou num assunto até então incompreensível por muitos: o apoio de Luiz Carlos Prestes a Getúlio Vargas. Isso ocorreu depois que Vargas protagonizou um dos capítulos mais dramáticos da história contemporânea brasileira - entregou aos nazistas a militante comunista alemã de origem judaica Olga Benário Prestes, a mulher do líder comunista Luiz Carlos Prestes.

O restante da história todos conhecem: Olga Benário Prestes morreu num campo de concentração na Alemanha nazista. Getúlio Vargas massacrou o líder comunista mesmo antes deste episódio, quando o trancafiou por dez anos numa prisão depois de sua participação no levante comunista de 1935.

Alguns anos depois, Luiz Carlos Prestes apoiou Getúlio Vargas e liderou o movimento "queremista" por sua volta ao poder, isso depois de ter passado dez anos numa solitária a mando de Vargas, que também havia mandado sua mulher, Olga Benário, para ser morta pelo governo nazista da Alemanha. Prestes justificou sua atitude com a submissão dos sentimentos pessoais em favor de um projeto político. O "Cavaleiro da Esperança" disse, simplesmente, que seguia a orientação do partido.

O assunto correu a roda de políticos e cada um tinha um comentário a fazer, até que entre os políticos mineiros estava Benedito Valadares que disse: "na política não tem nada tão unido que não se possa separar e nada tão separado que não se possa unir". Com essa frase, o experiente político mineiro Benedito Valadares calou a discussão e todos os presentes passaram então a refletir sobre as palavras de Valadares.

A frase de Benedito Valadares não se perdeu no tempo e nem no espaço; hoje, quarta-feira, dia 5 de dezembro de 2012, ela está ainda atualizada. Uma prova disso foi uma reunião que foi realizada na sala do ex-prefeito e ex-suplente de deputado federal Carlos Alberto Pereira. Hoje Carlos Alberto se reuniu com a cúpula do PCdoB de Lavras: o vereador Júlio de Melo, do diretório estadual do PCdoB e pré-candidato a deputado estadual por Lavras; o membro do diretório municipal Everton da Silva Melo e o presidente do Diretório Municipal André Valle.

A reunião estava agendada desde a semana passada a pedido do ex-prefeito, alguns setores da imprensa lavrense já havia sido avisado, porém, a notícia não foi veiculada, pois todos queriam ter certeza que ela seria mesmo realizada.

O presidente do Diretório Municipal do PCdoB, André Valle, que esteve a frente da oposição a Carlos Alberto em duas eleições, foi questionado e, bem ao estilo Prestes, respondeu: "estou seguindo a orientação do diretório estadual do partido, em reunir com o representante regional do PDT, o empresário Carlos Alberto Pereira. O PDT é, como o PCdoB, da base aliada da presidente Dilma".

Na reunião, que aconteceu na tarde de hoje, foram discutidos o resultado da eleição de outubro e as próximas eleições para deputado federal e estadual. Carlos Alberto disse ser candidato a uma vaga na Câmara dos Deputados e foi cogitada a possibilidade de uma coligação do PCdoB e o PDT na eleição proporcional para deputado federal.

Outro assunto que também foi levantado, foi o falecimento do deputado federal Sérgio Miranda, uma referência para os políticos brasileiros.

 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras