Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Notícias /


Publicada em: 22/10/2012 14:23 - Atualizada em: 23/10/2012 09:13
Caso Camila: polícia captura um homem suspeito - veja fotos do local do crime
Tristeza e revolta em Bom Sucesso com o desfecho do caso Camila. A reportagem do Jornal de Lavras esteve na cidade na manhã desta segunda-feira acompanhando os trabalhos.

Bombeiros e polícias Militar e Civil de Bom Sucesso, Lavras e Belo Horizonte no local do assassinato da menina Camila. Fotos: Jornal de Lavras

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

Um desfecho triste para o caso da garota Camila Graziele Santos Vitoriano, de apenas 5 anos, ela foi assassinada com golpes de faca. A informação é de que foram 11 facadas, sendo 5 no pescoço, duas no rosto e quatro no tórax.

O corpo da pequena Camila foi encontrado por um tio e por amigos da família que participavam de buscas pela região, o corpo estava dentro de um saco de ráfia com a boca amarrada, a menina estava parcialmente nua. A Polícia Técnica e Científica da 1ª Delegacia Regional de Lavras, que fez a perícia no corpo e no local, não teve condições de afirmar se a menina teria sido vítima de violência sexual, somente a necropsia que poderá afirmar isso.

O corpo estava próximo de um córrego, num local onde se é possível chegar somente a pé. O corpo da menina havia muito sangue e os policiais que acompanharam a perícia acreditam que ela não morreu no dia em que sumiu. Existem duas versões para o dia de sua morte: a primeira é que ela tenha sido assassinada no dia seguinte ao seu desaparecimento, a outra é que ela tenha sido assassinada cerca de dois ou três dias.

O corpo não estava em processo de decomposição avançado e isso levou alguns a acreditarem na morte recente. Outros acreditam que foi há mais tempo, mas devido ao local ser sombreado, tornou o processo de decomposição mais lento.

O trabalho da perícia foi acompanhado de perto pelo delegado Hafez Tadeu Sadi, chefe do Sexto Departamento de Polícia Civil, com sede em Lavras, que engloba delegacias regionais de todo o Sul de Minas; pelo tenente coronel Antônio Claret dos Santos, comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Lavras; pelo delegado titular da delegacia de Polícia Civil de Bom Sucesso, Emílio de Oliveira e Silva; pelo Corpo de Bombeiros de Lavras; por investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP), de Belo Horizonte; também por investigadores da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, com sede em Lavras.

Centenas de moradores da cidade acompanhavam de longe o trabalho da perícia, somente a imprensa teve acesso ao local. O tenente coronel Antônio Claret dos Santos, visivelmente abalado, explicou para a imprensa como o corpo da garota foi encontrado: foi por um tio, juntamente com os moradores que organizaram uma busca pela cidade na manhã de hoje.

Depois o corpo de Camila foi removido para a Funerária São Francisco, naquela cidade, onde será oficialmente reconhecido. A equipe da Rondas Ostensivas com Cães Adestrados (Rocca), permaneceu em frente a funerária e o trânsito da rua foi desviado. Os pais da garota passaram pelo triste momento de ter de reconhecer o carpo da filha. O corpo foi levado para ser necropsiado em Belo Horizonte a pedido da DHPP, ele será sepultado em Bom Sucesso assim que for liberado.

O clima na cidade de Bom Sucesso é de consternação, a população se envolveu emocionalmente e muita gente chorava pelas ruas. No comércio o assunto não era outro, um grupo de estudantes seguia para a frente da casa de Camila, eles choravam e levavam flores nas mãos.

Enquanto isso, a Polícia Civil e Militar transitavam com suas viaturas com sirenes abertas e giroflex ligados, todos deixavam a cidade rumo ao povoado de Macaia, distrito de Bom Sucesso, isso porque um suspeito foi preso pela PM fugindo da cidade.

O indivíduo, que não teve o nome divulgado para não atrapalhar as investigações, é o suposto namorado da mulher que está detida na cadeia pública de Bom Sucesso, suspeita do sequestro. Segundo um policial civil, o rapaz ficou inquieto com a repercussão do caso e com a chegada na cidade da equipe especializada da DHPP. Ele foi levado para Ijaci, onde foi interrogado, em seguida, a PM deixou aquela cidade levando o suspeito, não sendo informado para onde ele teria sido levado. A polícia teme pela reação da população.

O rapaz preso, que é namorado da mulher detida, tem uma barraca no centro da cidade e desde a prisão de sua namorada que ele estava agindo de forma estranha, mas o que mais chamou a atenção foi a forma como ele reagiu quando soube da entrada no caso dos investigadores da DHPP, de Belo Horizonte. Hoje ele não estava na praça, o que chamou a atenção dos policiais que já estavam monitorando o rapaz.

Clique nas miniaturas para ver as fotografias no tamanho real:

Local onde Camila, de Bom Sucesso, foi encontrada. Fotos: Jornal de Lavras - 5 fotos


Leia as notícias sobre este caso publicadas pelo Jornal de Lavras, clicando nos links:

 

Envie para um amigo
Voltar


                                                               Quer saber? www.jornaldelavras.com.br
                                                                  A informação a um click de você

                                                                    Acompanhe o Jornal de Lavras no Twitter: twitter.com/jlavras  

                                                                  E também pelo Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras