Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 16/07/2012 15:33 - Atualizada em: 17/07/2012 00:27
Campanha eleitoral em Lavras tem o primeiro confronto na justiça
A campanha eleitoral em Lavras teve início há uma semana e começa com polêmica e decisão judicial.

          

Os três candidatos a perefito de Lavras: Dehon Moraes, que não está envolvido neste primeiro confronto na justiça, Marcos Cherem, alvo da decisão judicial, e Silas Costa Pereira, o candidato apoiado pela coligação que propôs a ação na justiça. Fotos: Jornal de Lavras

 

Siga-nos no Twitter: @jlavras

A Justiça Eleitoral decidiu uma ação de investigação Judicial Eleitoral que foi proposta com a finalidade de discutir os anúncios veiculados do deputado Luiz Fábio Cherem e do candidato a prefeito Marcos Cherem em outdoor e jornais. A ação foi proposta pela coligação "Unidos por Lavras" que apoia o candidato Silas Costa Pereira.

A denúncia era de que o deputado Luiz Fábio Cherem "vem promovendo verdadeira campanha publicitária no município de Lavras, com a instalação de outdoors e veiculação de anúncios na imprensa escrita, apresentando, como sendo de sua responsabilidade, atos administrativos e ações de governo em diversas áreas como saúde, assistência social, trabalho e esporte, educação e segurança".

O denunciante justifica que "estes atos são caracterizados como propaganda eleitoral ilegal e visam a beneficiar a candidatura de seu irmão Marcos Cherem". E ainda, que os anúncios "sempre utilizam com destaque, o idêntico sobrenome CHEREM".

Em decisão, a justiça mencionou que o candidato Marcos Cherem "está se beneficiando da veiculação excessiva de propaganda pelo irmão Luiz Fábio Cherem a respeito de seus possíveis feitos, qualidade e conquistas, induzindo o eleitorado a associar os alegados feitos pelo deputado estadual ao seu irmão candidato a prefeito do município de Lavras, causando prejuízos para a igualdade da disputa eleitoral".

O juiz da causa mencionou ainda, que "se afasta a hipótese de ser mera coincidência serem idênticas as logomarcas utilizadas tanto por Luiz Fábio Cherem quanto por Marcos Cherem em seus anúncios, destacando o mesmo nome comum CHEREM com as mesmas fontes de caracteres".

Diante desses argumentos, a justiça eleitoral decidiu que Luiz Fábio Cherem deve retirar todos os outdoors que fazem referência ao seu nome; a proibição de Luiz Fábio Cherem promover a veiculação de outdoors e novos anúncios até posse do próximo prefeito; que o candidato Marcos Cherem e Tide não utilizem em propaganda eleitoral a mesma logomarca "Cherem" ou "CHEREM" utilizada pelo deputado Luiz Fábio Cherem em seus anúncios, devendo retirar as propagandas atuais com as logomarcas em 36 horas. Foi concedido o prazo de cinco dias para apresentação de defesa.

 

Manifestação do candidato Marcos Cherem no Facebook

Sobre esta decisão, o candidato Marcos Cherem manifestou em seu perfil do Facebook no sábado, dia 14, o seguinte: "Ontem fui surpreendido por uma ordem da Justiça Eleitoral, a pedido da coligação "Unidos por Lavras", do candidato Silas Costa Pereira, determinando que eu não possa utilizar o meu sobrenome, "Cherem" ou "CHEREM", na campanha eleitoral para prefeito de Lavras. Meu nome é Marcos Cherem, fui batizado sob esse nome e sobrenome e assim fui registrado em 14/07/1966, há exatamente 46 anos. Sob esse nome, que recebi de meu pai Luiz Cherem e minha mãe, Regina Vitória Ticle Cherem, cresci, estudei, me formei, casei-me e constituí minha família, ao lado da minha esposa Patrícia Bicalho Cherem e de minha filha Cristina Bicalho Cherem. Tenho dois irmãos, Luiz Fábio Cherem, José Cherem e uma irmã, Maria Luiza Cherem, que também constituíram suas vidas e famílias sob o sobrenome Cherem. Em 2008, desconhecidos politicamente, eu e meu irmão, iniciamos a construção de nossa trajetória política. Sou vereador desde 2009 e sou reconhecido por todos os lavrenses através do meu nome e sobrenome: Marcos Cherem".

E ainda: "acatando essa decisão, utilizarei neste momento, apenas meu nome "Marcos", como cidadão que respeita as instituições, mesmo diante da patente injustiça de estar impedido de usar meu nome de família. Na certeza de que essa decisão, que nos remonta aos tempos da ditadura e da censura, será revertida, permaneço, ao lado da minha família, mais firme do que nunca no meu propósito de prosseguir nossa caminhada".

 

Manifestação da prefeita Jussara Menicucci no Facebook

Ainda no Facebook, a prefeita Jussara Menicucci também fez menção ao assunto: "Li no face do L decisão judicial sobre propaganda irregular do adversário. Algum tempo atrás o deputado, mandou o Chacrinha entrar com ação contra mim para que eu não usasse nenhuma foto minha e nem o nome Jussara Menicucci. As pessoas acabam morrendo pelo próprio veneno!"

 

Nota da coordenação de campanha de Silas Costa Pereira

A reportagem recebeu e-mail da coordenação da campanha do candidato Silas Costa Pereira, que disse que o candidato "não quis polemizar sobre a tentativa de fraude de seu adversário Marcos Cherem e de seu irmão. Ele lamentou o fato e afirmou que manterá sua campanha em alto nível, apenas discutindo propostas concretas e verdadeiras para a população de Lavras. "É lamentável. A população de Lavras espera de nós, candidatos a prefeito, a verdade, as propostas e o diálogo. Não vou entrar no jogo das mentiras, pois eu quero o bem de Lavras", disse Silas", no e-mail enviado ao Jornal de Lavras.

 

Além dos candidatos citados na matéria, ainda concorre a cadeira do Executivo em Lavras o empresário Dehon Junio de Moraes.

 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras