Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 09/08/2010 13:13 - Atualizada em: 09/08/2010 20:16
Filho viciado mata o pai com duas facadas no peito
Um rapaz de 15 anos, viciado em crack, queria dinheiro para comprar a pedra, se desentendeu com o pai e o matou com dois golpes de faca, nas vésperas do Dia dos Pais.

     

        Submundo das drogas: jovens se entregam ao vício e enriquece traficantes - foto ilustrativa

 

O submundo das drogas provocou uma tragédia na cidade de Varginha nas vésperas do Dia dos Pais, tragédia esta que pode acontecer em Lavras ou qualquer outra cidade onde a droga avança. Um adolescente de 15 anos, desocupado e viciado em drogas matou o próprio pai com dois golpes de faca. O menor chegou em casa depois de ter feito uso de crack, pegou uma faca, apontou para seu pai, mandou que ele retirasse sua roupa e lhe desse dinheiro.

Segundo a mãe do adolescente, o seu marido Pedro Gonçalves da Silva, 40 anos, autônomo, obedeceu e, ao se distrair, o menor o esfaqueou. Os dois entraram em luta corporal, mas o pai do rapaz tentou evitar o confronto e correu para a rua, mas não aguentou e caiu, quando recebeu mais um golpe, desta vez certeiro no peito.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados e, quando chegaram ao local, presenciaram uma cena dantesca: o pai caído ao solo se esvaindo em sangue e o rapaz de pé, com duas facas na cintura se vangloriando do fato.

A polícia imobilizou o rapaz que estava violento; foi necessária o uso da força moderada e de algemas. O pai do rapaz foi levado para o hospital Bom Pastor, naquela cidade, mas já chegou sem vida. O rapaz foi levado para a delegacia de polícia de Varginha e, para a surpresa dos policiais, ele disse que pouco se importava pela vida de seu pai, disse, também, que sabia que a justiça nada poderia fazer contra ele, já que era menor.

A mãe do rapaz disse que já havia registrado diversos boletins de ocorrência envolvendo seu marido e seu filho; ela disse, também, que o menor infrator já esteve preso por três meses por medida cautelar.

Segundo uma parenta do rapaz, ele foi viciado no crack  quando fazia uso de maconha, "os traficantes vendiam a maconha para ele e, depois, misturaram o crack aos poucos, sem ele saber, ele ficou viciado desta forma, não conseguia mais viver sem a droga", disse.

A tragédia serve de alerta aos pais e aos jovens que fazem uso da maconha: traficantes estão misturando o crack, é a chamada "craconha", na linguagem dos bandidos, para forçar o vício e manter a venda, provocando a dependência da droga e, a consequência disso, são tragédias de grandes proporções como a de Varginha.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras