Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Droga /


Publicada em: 24/11/2011 20:09 - Atualizada em: 25/11/2011 13:29
Rapaz que deixou o presídio de Lavras voltou em menos de 24 horas
Bandido assalta e joga a culpa na vítima, segundo ele, "ela estava dando bobeira com a bolsa, queria isso mesmo".

     

         Crack e dinheiro encontrado com assaltante. Foto Jornal de Lavras

 

Quer saber o que LAVRAS TEM? Clique aqui.

Uma jovem de 22 anos, que trabalha num posto de gasolina da cidade, quando caminhava pela rua Toniquinho Pereira, às 6h da manhã desta quinta-feira, dia 24, foi abordada por um marginal, que a agarrou pelo pescoço e de posse de uma faca a obrigou a lhe entregar uma bolsa, onde continha R$ 400 e documentos pessoais, além de um cartão de fidelidade de uma rede de farmácias da cidade que lhe concede descontos.

O marginal, depois de se apoderar da bolsa da jovem, correu rumo ao bairro São Vicente. A vítima, bastante abalada com o ocorrido, acionou a Polícia Militar que chegou poucos minutos depois do assalto. De posse das informações da jovem, a PM deduziu que se tratava de um marginal conhecido, de nome Breno Gabriel Martins, de 26 anos, que havia deixado a cadeia menos de 24 horas.

Enquanto a PM rastreava pelo bairro São Vicente, os policiais souberam que o rapaz suspeito havia comprado leite e chocolates, numa padaria da região. A compra ficou em R$ 5, porém, o rapaz entregou a atendente uma nota de R$ 50 e saiu, deixando para trás o troco, o que levantou suspeita.

Os policiais então intensificaram as buscas e encontraram Breno na residência de Aline Emanuelle Pereira do Carmo, 19 anos, viciada em crack. Breno negou que tivesse cometido o crime, porém, os policiais encontraram na casa de Aline, 17 pedras de crack de tamanho considerável, que se fragmentadas renderiam cerca de 50 porções.

No local a PM encontrou também mais duas viciadas em crack: Valquíria Aparecida dos Santos Salgado, de 31 anos e Esterlita Martins da Silva, de 22 anos. Breno levou a PM onde estava escondida a bolsa da jovem, ele disse que não havia sido ele o assaltante, mas outra pessoa, que apenas havia ganhado R$ 50 do assaltante e que com o restante do dinheiro pagou a droga.

No Posto de Polícia Comunitária (PPC) Oeste, onde as viaturas levaram os envolvidos, Breno provocava os policiais, dizia que estava sendo preso porque era pobre, que era uma vítima da sociedade. Para um dos militares, ele disse: "no Natal, lembra de mim, lembra que estou na cadeia por sua culpa".

Questionado pela reportagem do Jornal de Lavras, Breno deixou escapar e disse que a culpada pelo assalto era a vítima, pois, segundo ele, "ela estava dando bobeira com a bolsa, queria isso mesmo".

A jovem que havia dado a ele guarida em sua casa, disse ao Jornal de Lavras que fumava crack 24 horas, que não tinha intenção de parar. A menina, de apenas 19 anos, teve diversas crises de choro e de momentos felizes enquanto aguardava ser conduzida para a delegacia.

Alguns objetos foram recuperados e entregues à vítima; os militares encontraram dentro da bolsa da vítima, um envelope com algumas jóias, que por sorte o marginal não havia percebido. As jóias e outros objetos foram entregues à proprietária.

Breno, que havia deixado a cadeia algumas horas antes de cometer o assalto, voltou para o presídio estadual de Lavras, onde deverá responder por mais este crime. Ele já cumpriu pena no presídio quatro vezes.

 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras