Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 23/11/2011 06:17 - Atualizada em: 05/06/2012 23:54
Caso Festival Roda Viva de Lavras: MP pediu o arquivamento do processo
Para o Ministério Público, os organizadores do Festival Roda Viva não tiveram a intenção de lesar ninguém: foi uma aventura que deu errado.

     

         Cartaz de divulgação do festival

 

O Ministério Público pediu o arquivamento do processo contra os dois rapazes promotores do Festival Roda Viva, que deveria ter sido realizado em junho deste ano, no Expolavras Show. O pedido do MP foi baseado na alegação de que os dois rapazes não tiveram a intenção de causar prejuízo a ninguém e também não lucraram nada com o evento.

Os dois precipitaram e imaginaram ganhar dinheiro com o festival, porém, as vendas dos ingressos não foram suficientes para poder honrar com os compromissos. Os dois fugiram no segundo dia do festiva sem dinheiro e desapareceram.

O Festival Roda Viva deveria ter sido realizado nos dias 3 e 4 de junho; no primeiro dia do festival, o público foi aquém do esperado e os dois perceberam que tudo havia dado errado. Temendo serem linchados, eles desapareceram na manhã do dia 4.

Os ingressos foram vendidos antecipadamente aos preços entre R$ 35 e R$ 70. A expectativa dos organizadores era de que 2,5 mil pessoas iriam aos shows no segundo dia do festival, o que não aconteceu. Seguranças contratados pelos rapazes, artistas, responsáveis pela estrutura e hotéis ficaram sem receber. Eles desapareceram e não voltaram a Lavras nem para continuar os estudos na Universidade Federal de Lavras (Ufla).

 

 

Leia as notícias publicadas pelo Jornal de Lavras sobre  caso:

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras