Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 31/10/2023 10:08 - Atualizada em: 31/10/2023 14:53
Suspeito de ter matado o padre que paroquiou em Ribeirão Vermelho foi preso em Belo Horizonte
O padre José de Souza Carvalho foi pároco em Ribeirão Vermelho, Santana do Jacaré e Desterro de Entre Rios, ele morava em Itaguara

O corpo do padre José foi encontrado dentro de uma lagoa na região de Itaúna oito dias depois de seu desaparecimento

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
   

A polícia prendeu na tarde de ontem, segunda-feira, dia 30, na Vila Acaba Mundo, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, um homem de 19 anos acusado de ter matado o padre José de Souza Carvalho, que paroquiou na cidade de Ribeirão Vermelho (clique aqui e relembre o caso).

O padre estava morando em Itaguara e saiu de casa dirigido um automóvel Fiat Uno Way, placas HIM-8798, de Itaguara. O carro foi visto em Belo Horizonte no dia seguinte ao desaparecimento do religioso.

O corpo do padre José foi encontrado oito dias depois de seu desaparecimento dentro de uma lagoa próxima a cidade de Itaúna, na Região Central de Minas.

O suspeito estava foragido desde o dia 4 de agosto, dia do crime. A polícia chegou até ele através de uma denúncia anônima, através da qual o interlocutor afirmou que o rapaz estava vendendo drogas na comunidade e, ainda, que ele era o assassino do padre. 

Ele foi preso e acabou confessando que fazia o abastecimento de drogas na comunidade e que recebia R$ 40 por dia. Questionado sobre a morte do padre José, ele afirmou que fez um programa sexual com a vítima e admitiu que estava na cena do crime, porém não foi ele que matou, e ele apontou um irmão como autor do crime.

Com ele foram apreendidos 91 microtubos de cocaína, uma porção de maconha, 54 pedras de crack, R$ 106, um rádio comunicador e dois celulares.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito tinha um mandado de prisão em aberto pela morte do padre expedido no município de Itaguara e dois boletins de ocorrência registrados por tráfico, ameaça e estupro de vulnerável. 

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 


 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br  - 只需点击一下即可获取信息
拉夫拉斯/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram:@jornaldelavras 
推特:twitter.com/jlavras 
脸书: www.facebook.com/jornaldelavras