Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 29/05/2022 14:01 - Atualizada em: 30/05/2022 11:03
Fogueira de Ingaí, tradição com mais de 90 anos, já está sendo montada
Ingaí já começou a montar a sua tradicional fogueira, uma das maiores do Brasil, que tem o tamanho de um prédio de cerca de 10 andares

Turistas vão para Ingaí nesta época para acompanhar a queima de uma das maiores fogueiras do Brasil. Fotos: João Luís Nogueira

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
 

Junho é o mês das festas juninas, da dança de quadrilha, das comidas e bebidas típicas e das fogueiras. Porém, vale lembrar que isso pode mudar de região para região. Além disso, outros elementos importantes da festa são o mastro e a tradicional fogueira de São João.

As festas mais tradicionais do país são as festas do Nordeste e Norte, como São João de Caruaru, em Pernambuco, a Mossoró Cidade Junina, no Rio Grande do Norte, o Bumba-meu-boi de São Luís, do Maranhão e a festa de São João de Campina Grande, na Paraíba.

As comemorações são diferentes de região para região, mas um ponto elas tem em comum: a fogueira. E quando se fala em fogueira, a primeira lembrança que vem a mente é a fogueira de Ingaí, uma das maiores do Brasil.

Na época da queima da fogueira aquela cidade recebe milhares de turistas de todos os cantos de Minas e do Brasil para ver a queima e assistir aos shows promovidos pela prefeitura da cidade. A festa movimenta a economia de Ingaí.

A festa é tradicional, ela tem 91 anos, a data começou a ser comemorada no dia 20 de outubro de 1931. A principal atração é a fogueira que tem mais de 30 metros de altura e que é acessa no dia de São João no Parque de Eventos.
Segundo os historiadores da cidade, na década de 30, uma tempestade de raios desabou sobre a pequena Ingaí, muitas casas foram atingidas e também a torre da igreja daquela cidade. Assustados, os moradores da cidade fizeram uma promessa a São João: reconstruíam a torre da igreja e fariam uma fogueira todos os anos, para que nunca mais caísse sobre a cidade uma tempestade como aquela.

A cada ano a fogueira cresce em altura. Em 2011 ela tinha 23 metros e chegou num ponto que ela parou de crescer por questão de segurança e também por questão de logística. Ela tem como base 4 toras de eucaliptos e a lenha e toda mão de obra ficam por conta da prefeitura. A fogueira é queimada apenas em uma noite e posteriormente a população pode levar o carvão para casa. A brasa fica no local durante cerca de 15 dias.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras