Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 28/04/2022 17:09 - Atualizada em: 28/04/2022 21:13
Ufla é destaque no mundo no cumprimento de metas estabelecidas pela ONU
A Organização das Nações Unidas estabeleceu 17 metas que devam ser cumpridas até 2030 e Ufla se destacou entre 1.406 universidades de 106 país

Ufla eleva o nome de Lavras em mais um ranking mundial. Foto do campus

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
 
 

Nas últimas décadas, o rápido crescimento econômico e o desenvolvimento da agricultura foram responsáveis pela redução pela metade da proporção de pessoas subnutridas no mundo. Entretanto, ainda há milhões de pessoas no mundo que ainda vivem sob o espectro da desnutrição crônica. A Organização das Nações Unidas (ONU) criou dezessete metas para serem atingidas até 2030, são os 17 ODS (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável), que são: Erradicação da Pobreza, Fome Zero e agricultura sustentável, Saúde e bem-estar, Qualidade da educação, Igualdade de Gênero, Água potável e saneamento, Energia limpa e acessível, Emprego digno e crescimento econômico, Indústria, inovação e infraestrutura, Redução das desigualdades, Cidades e comunidades sustentáveis, Consumo e produção responsáveis, Combate as alterações climáticas, Vida debaixo d'água, Vida sobre a terra, Paz, Justiça e Instituições fortes e, Parceiras em prol das metas.

As instituições de ensino de todo o mundo abraçaram as metas e 1.406 mil foram avaliadas pelo ranking The Impact Rankings e a Universidade Federal de Lavras (Ufla), ficou, entre as avaliadas, na 66ª posição.

O ranking é a única classificação de desempenho global que avalia as universidades em relação às metas estabelecidas pela ONU, que compõem a Agenda 2030. A Instituição avançou 23 posições em relação a 2021. O resultado de 2022 do Ranking foi divulgado ontem, quarta-feira, dia 27.

Ações da Universidade que colaboram para a redução da fome e promoção da agricultura sustentável são aquelas focadas no combate à insegurança alimentar e à fome, no estímulo à alimentação sustentável e saudável, no compartilhamento de conhecimentos e no suporte aos produtores de alimentos. São reconhecidas as iniciativas da comunidade acadêmica que incluem assistência estudantil e comunitária, ensino, pesquisa e extensão.

Outro Objetivo de Desenvolvimento Sustentável em que a Ufla teve bom desempenho no contexto internacional foi "Água potável e saneamento", ocupando a faixa 101-200, com aumento de 20% na pontuação obtida para o indicador em relação ao ano anterior. Aqui são consideradas as ações de gestão das águas no campus, como o tratamento de água e esgoto, a oferta de água potável à comunidade, as práticas de reuso, além de iniciativas da comunidade acadêmica para ofertar oportunidades à comunidade externa de aprendizado sobre gestão e conservação das águas, estímulo ao uso consciente da água e cooperação com atores externos para a segurança das águas.
O reitor da Universidade, professor João Chrysostomo de Resende Júnior, destacou a satisfação proporcionada pela evolução da Ufla nesses dois dos indicadores. "Eles são importantes do ponto de vista social, especialmente nas ações de combate à insegurança alimentar, em uma época que experimentamos o aumento da pobreza e da fome no Brasil. Isso reforça a importância social da Ufla, para o país e para o seu entorno. Aliada a isso, a evolução nos indicadores ambientais, reforçam também a nossa tradição na preservação ambiental e responsabilidade em gerar tecnologia em produção de alimentos de maneira sustentável", avaliou Pedroso.

Para a coordenadora Acadêmica da Diretoria de Relações Internacionais, professora Cristiane Alves Pereira, é bem conhecida a importância de assuntos relacionados à sustentabilidade e a classificação no ranking dá indícios de que a comunidade da Ufla está contribuindo, em nível mundial, com ações que vão de encontro aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. "Os ODSs foram propostos pela Organização das Nações Unidas, e pontuam diversas metas de sustentabilidade a serem cumpridas até o ano de 2030", explicou ela.

A Ufla participa desse ranking global de desenvolvimento sustentável pelo segundo ano consecutivo, sendo classificada em sete indicadores: ODS 1 Erradicação da pobreza, ODS 2 Fome Zero e agricultura sustentável, ODS 3 Saúde e bem-estar, ODS 4 Qualidade da educação, ODS 6 Água potável e saneamento, ODS 7 Energia limpa e acessível, ODS 17 Parcerias em prol das metas. Na classificação geral 2022, a Universidade está na faixa 601-800 no mundo.

O Impact Rankings é elaborado pela Times Higher Education, revista inglesa responsável pelo THE World University Ranking, um dos mais respeitados da área educacional. Nesta quarta edição, o ranking classificou 1.406 universidades de 106 países. Foram classificadas no ranking 48 instituições de ensino superior brasileiras, e 26 são instituições federais.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras