Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / Religião /


Publicada em: 08/07/2010 18:43 - Atualizada em: 15/07/2010 08:56
Paróquia de Sant'Anna está promovendo concurso de logomarca
Para comemorar os 250 anos de criação da Paróquia de Sant'Anna, foi criado um concurso de logomarca, e o prazo para entrega acaba dia 20.

     

        Igreja do Rosário, atual denominação da primeira Matriz de Sant'Anna

 

A paróquia de Sant'Anna completará em novembro seus 250 anos de criação e,  para registrar a data, foi criado um concurso para a escolha de uma logomarca. Qualquer pessoa pode participar, basta pegar a ficha de inscrição e o regulamento que estão disponíveis na secretaria da Paróquia.

O prazo para a entrega dos trabalhos vai até o dia 20 de julho, terça-feira. Outras informações poderão ser obtidas no site da Paróquia de Sant'Anna ou pelo telefone: 3821-1358.

Em setembro de 1751, o bispo da Diocese de Mariana, Dom Frei Manoel da Cruz, concedeu a licença para erigir uma capela com a invocação à Senhora Sant'Anna, no arraial das Lavras do Funil.

O mesmo bispo, no dia 3 e abril de 1754, concedeu licença para a criação e a instalação da Pia Batismal na capela de Senhora de Sant'Anna. Mesmo não tendo a Pia Batismal, no dia 25 de maio de 1752 realizou-se o primeiro batismo no arraial de Lavras: batizou-se uma menina de nome Tomázia, filha natural de Manuel Corrêa e Rita Motta. A cerimônia, registrada no livro de batismo de número 1, na página 1, realizou-se na residência de Maria da Costa Manso, que possuía um grande oratório, diante do qual eram realizadas várias cerimônias religiosas até 1754, quando foi inaugurada a capela da Senhora de Sant'Anna.

No dia 10 de maio de 1754, antes mesmo de ter sido benzida, foi realizado o primeiro casamento na matriz de Sant'Anna. Casaram-se Ignácio de Souza, natural do Rio de Janeiro, filho de Francisco de Souza Machado e Antônia Maria de Jesus; a noiva, Catarina Bicudo, natural da Vila de Taubaté, era filha de Manoel Bicudo Leme e Eulália Pires Moreira.

Dois dias depois, no dia 12, o reverendo padre Manuel Martins benzeu a nova capela da Senhora de Sant'Anna, hoje igreja do Rosário. A matriz de Sant'Anna permaneceu no velho templo até o dia 9 de setembro de 1917, quando o bispo Dom João de Almeida Ferrão benzeu o novo templo, transferindo para lá a Matriz de Sant'Anna. A velha igreja passou então a denominar-se igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras