Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Meio Ambiente /


Publicada em: 08/06/2020 12:12 - Atualizada em: 08/06/2020 18:14
Cemig e UFMG se unem na luta contra queimadas e lançam site de monitoramento
Instituições criaram o site "Apaga o Fogo!" que tem o objetivo de detectar, na fase inicial, incêndios em áreas ambientais monitoradas remotamente

Monitoramento poderá evitar queimadas de grandes extensões. Imagem ilustrativa extraída do site Rádio Santana FM

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

A Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) lançaram a página de Internet "Apaga o Fogo!", que tem o objetivo de reduzir as interrupções no fornecimento de energia elétrica causadas por incêndios e de auxiliar na preservação de áreas de proteção ambiental. A aplicação dessa tecnologia deve representar um importante aliado no combate e prevenção de futuros focos de incêndio nas áreas monitoradas.
De acordo com o gerente do projeto e engenheiro de tecnologia da Cemig, Carlos Alexandre Meireles do Nascimento, o sistema disponibiliza em tempo real imagens que são processadas por meio de algoritmos de inteligência artificial de forma autônoma e também por internautas que poderão auxiliar na identificação e validação precoce dos focos de fumaça e na evolução do incêndio.
"Dessa forma, as áreas de preservação ambiental poderão ser supervisionadas 24 horas por dia, e ainda podem contar com uma ampla colaboração dos internautas. O objetivo do projeto é reduzir os registros de incêndio nos grandes centros urbanos e, para a Cemig, melhorar a qualidade dos serviços, por meio da redução das interrupções no fornecimento de energia elétrica causadas por incêndios próximos às redes de transmissão e distribuição da empresa", explica.
Para o professor do curso de Engenharia da UFMG e um dos idealizadores do Projeto "Apaga o Fogo!", Hani Camille Yehia, a iniciativa pode contribuir efetivamente no o combate aos incêndios das áreas monitoradas e ainda contar com a colaboração da sociedade na web de forma voluntária.
"O objetivo promissor do projeto é escalar a solução, aproveitando a estrutura que já existe de linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica para que sirvam de base para câmeras monitorarem as áreas por onde passam essas redes. Pode-se, assim, identificar incêndios, com base em sistemas computacionais para detecção de fogo e fumaça, ainda em fase inicial, antes de ficarem incontroláveis e de causarem danos severos à natureza e às redes de energia próximas", destaca.
Atualmente, o site "Apaga o Fogo!" monitora, em caráter experimental, a Reserva Biológica da UFMG, a partir de câmeras instaladas no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-Tec), e a Mata Serra Verde, a partir de câmeras instaladas na Cidade Administrativa. O projeto está negociando também o compartilhamento das imagens das câmeras Parque do Rola Moça.
As próximas fases do projeto irão contar com um aplicativo para dispositivos móveis. A intenção é facilitar ainda mais o monitoramento das áreas de preservação ambiental próximas às linhas e redes da Cemig, para internautas e também órgãos públicos atuarem no combate a incêndios.
Além da Cemig e da UFMG, o Projeto "Apaga o Fogo!" tem parcerias com a startup Gaia, responsável pelos algoritmos de inteligência artificial para detecção automática de fumaça e fogo, com a empresa Raro Labs que desenvolveu a plataforma web "Apaga o Fogo!", e com a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) que atua na concepção e na montagem da rede que integra as câmeras com a Internet. O projeto é financiado pelo Programa de Pesquisa & Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que determina que empresas de energia apliquem 0,5% da sua receita operacional líquida em projetos de inovação.
O planejamento do estudo é ampliar o monitoramento por vídeo nas estruturas das linhas e redes da Cemig. Dessa forma, serão instaladas, em torres de linhas de transmissão, câmeras apontadas para as matas por elas cortadas. As imagens geradas seguem para a Internet, sendo armazenadas em um site criado especialmente para essa vigilância, podendo ser acompanhadas em tempo real por internautas de qualquer parte do mundo e por algoritmos de detecção de focos de fumaça e fogo.
Ao sinal de qualquer indício de fogo ou fumaça detectado pelos algoritmos de inteligência artificial, a expectativa é de que os visitantes da página confirmem o alarme. Com isso, bombeiros e órgãos responsáveis pelo meio ambiente podem ser acionados e atuar no menor prazo possível para debelar o incêndio em sua fase inicial.

 

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Resgate de vítima de acidente na BR-265 mobilizou bombeiros de Lavras e São João del-Rei - veja fotos Corpo de Bombeiros de Lavras debelou o incêndio na Serra da Bocaina
   
Caminhão carregado com dinamite cai em rio no Sul de Minas e motorista morre - veja vídeo Fiocruz avalia que volta as aulas em Minas colocará em risco mais de 1 milhão de pessoas
   
Grupo de Fotógrafos Amadores de Lavras registrou passagem do cometa Neowise - veja fotos Manifestação pró-Bolsonaro em Lavras tem outdoors de apoio
   
Empresária denunciada pela Prefeitura de Lavras deixou o presídio de Elói Mendes para cumprir prisão domiciliar Diretório Municipal do PT manifesta sobre eleição em Lavras
.

Flashes de Notícias

.  

Blog Sabrina Cicareli:

Decoração da minha Kitnet Tudo de Bom no Os Mais Influentes Revista Elitte 2019
   
Tudo de Bom no Destaque Sales Pesquisa Lavras 2019 Série Viajadamente no Chile - Parte 7 - Valle Nevado
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras