Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Acidente /


Publicada em: 25/02/2020 19:25 - Atualizada em: 26/02/2020 10:59
Acidente na BR-381, em Carmo da Cachoeira, mata motorista e carga é saqueada
A apropriação é crime previsto no Código Penal e pode levar de um mês a um ano de prisão

Imagem das redes sociais mostra o momento em que ladrões roubam a mercadoria da carreta

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Quem passou pela rodovia Fernão Dias, a BR-381, no km 720, em Carmo da Cachoeira, na manhã de hoje, terça-feira, dia 25, no sentido Lavras, presenciou uma cena triste: uma carreta frigorífico carregada com iogurte tombou e o motorista morreu, ele ainda não teve o nome divulgado. Como se não bastasse a morte do profissional, dezenas de saqueadores de cargas, conhecidos como piratas do asfalto, não perderam tempo e pegaram toda a mercadoria que se encontrava no compartimento refrigerado de carga.

Os saqueadores arriscavam a própria vida atravessando a rodovia na frente dos veículos carregando grandes quantidades de iogurte, muitos deles escondiam os produtos no mato e voltava para pegar mais.

O saque de cargas de caminhão tombado também é um crime. Quando o caminhão tomba na estrada a situação muitas vezes foge do controle: pessoas se aglomeram e levam desde produtos alimentícios e eletrônicos, até medicamentos. Muitas vezes revistam bolsos e pertences das vítimas e levam também dinheiro e produtos de uso pessoal.

O motorista do caminhão, quando não se ferir no acidente, deve intervir e acionar imediatamente a polícia. A omissão injustificada implica na responsabilização. Isso porque a omissão é penalmente relevante se quem se omite tem o dever legal ou o dever contratual de evitar o resultado ou mesmo se contribuiu para o surgimento do risco.

A mesma lógica se aplica ao policial que se aproxima e presencia as ações dos saqueadores sem se certificar se as pessoas estavam autorizadas a se apossarem das mercadorias. O agente tem o dever de proteger o patrimônio e a omissão também implicará na sua responsabilização pelo resultado da conduta de terceiro.

Em alguns casos, a seguradora autoriza a distribuição da carga, mas esta hipótese somente é válida se o responsável pela mercadoria ou o agente público no comando do registro da ocorrência expressamente permitir.

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Prefeitura de Lavras divulgou que denúncias nos finais de semana contra aglomerações devem ser feitas no 190 da PM Bombeiros capturaram cobra que invadiu uma casa em Lavras
   
Ufla poderá armazenar vacinas do Governo do Estado em seus Ultrafreezers Decreto da Prefeitura de Lavras prevê uso obrigatório de máscara também em vias públicas
   
PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
   
Rua de Luminárias com 9 faixas de pedestres virou meme nas redes sociais Covid-19: Associação Médica de Lavras manifesta através de nota oficial
.
Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras