Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / Evento /


Publicada em: 08/02/2020 19:05 - Atualizada em: 10/02/2020 09:00
Na diretoria da Abrape, empresária lavrense participa de reunião com Bolsonaro e artistas
"Foi a primeira vez que um presidente abriu o gabinete dele para o pessoal do sertanejo, do chapéu e do agronegócio", afirmou Cuiabano Lima

Mariela e Marino Benassi, da Benassi Eventos, produtores do LRF, um dos maiores eventos do gênero em Minas. Foto: Jornal de Lavras

.


Diário da obra Dê play para ver

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

O presidente Jair Bolsonaro recebeu no Palácio do Planalto, em Brasília a diretoria da Abrape – Associação Brasileira de Promotores de Eventos, artistas e cantores sertanejos. A Abrape tem como membros os maiores e mais conceituados produtores e escritórios de artistas do Brasil, como Henrique e Juliano, Luan Santana, Wesley Safadão, Marília Mendonça, Zé Neto e Cristiano, e outros. São produtores que realizam os eventos que são potência no entretenimento, como Carnaval de Salvador, Rodeio Internacional de Barretos, Jurerê Internacional, Folk Valley, Turnê Internacional de Sandy e Júnior, Turne Cabaré com Leonardo e Eduardo Costa, dente outros.

Como Diretora da Abrape, a empresária lavrense Mariela Benassi representa a mulher empreendedora.  Desenvolvendo projetos baseados nos princípios sociais com ações que fazem a diferença na valorização do setor de enorme importância para o PIB Nacional. A empresária é também Produtora da Benassi Eventos, empresa de renome no entretenimento, que realiza o LRF, maior festival do Sul de Minas.  

Nesse encontro, com muita receptividade e mudanças, a Associação e artistas oficialmente propuseram mudanças com soluções oriundas, de acordo com eles, de dificuldades reais cotidianas enfrentadas no Brasil, como a regulamentação de questões trabalhistas do setor. Outros deveres que eles julgam estar em formatos arcaicos também foram colocados na pauta, defendendo que os mesmos causam prejuízos não só para o setor do Entretenimento, como também para vários setores econômicos do pais, como é o caso do Ecad. 

Hoje, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), uma associação privada, protegida por leis, é responsável pela arrecadação dos direitos autorais das músicas tocadas em execução pública no Brasil, e pagamento dos recursos para cada compositor. 

Emissora de rádio e televisão, shows, eventos, internet, bares, restaurantes, casas de espetáculos lojas, boates, cinemas, academias, hotéis entre outros, são cobrados por direitos autorais, podendo haver duplicidades de recebimentos. No ano passado, O Ecad distribuiu R$ 986,5 milhões para 383 mil artistas e outros titulares.

A questão do pagamento de subsídio do desconto nos ingressos de meia entrada também foi exposta. "Não pode o Estado brasileiro intervir na economia e tomar 50% da receita de alguns setores sem compensação. Nós precisamos corrigir essa injustiça histórica", afirmou o presidente da Abrape Doreni Camaroni. 

Participaram do encontro com o presidente Jair Bolsonaro, juntamente com a diretoria da Abrape, artistas e cantores, como Bia Ferraz, Breno Ferreira, Bruno e Marrone, César Menoti e Fabiano, Cleber e Cauan, Dedé Santana, Dipaulo e Paulinho, Duduca e Dalvan, Durval e Davi, Edu Braga, Gian e Giovani, Gilberto e Gilmar, Henrique e Juliano, Héster e Helena, Hugo e Guilherme, Hungria, Israel Novaes, Jads e Jadson, Jefferson Moraes, João Neto e Frederico, João Reis, Kleo di Bah, Matheus e Kauan, Marcos Brasil, Marcus Paulo e Marcelo, Max e Luan, Paraná, Paulo Pires, Racine e Rafael, Rejane Carminati, Samuel (Os Parazinhos), Saonara Power Santana, Teodoro e Sampaio, Tiago (Os Parazinhos), Zé Henrique e Gabriel.

Bolsonaro colocou-se à disposição do grupo para receber propostas e analisar a edição de decretos  que, de acordo com os artistas que participaram da reunião e a Abrape, hoje se encontram muito antiquadas no setor cultural e de eventos. 

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

Casal que vendia droga pelo sistema delivery e recebia com cartão foi preso em Lavras
IBGE vai contratar 106 pessoas em Lavras para a realização do Censo 2021
Gasolina e óleo diesel terão reajuste nesta sexta-feira; este é o quarto reajuste do ano
SES vai suspender cirurgias eletivas não essenciais em todo o estado por causa da Covid
Procura por agricultor de Lavras que estava desaparecido chega ao fim de forma trágica
Vereador Possato protocolou pedido de instauração da CPI das Vacinas em Lavras
LabCovid: Ufla explica como funciona o laboratório - veja vídeo
Copasa pode ter que devolver cobrança a mais de 500 mil consumidores
Acidente na BR-265 destrói 16 doses de vacina contra Covid
Ladrões furtaram bobinas de fios de cobre para vender como sucata em Lavras, material avaliado em R$ 10 mil

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras