Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia /


Publicada em: 28/05/2011 10:32 - Atualizada em: 28/05/2011 17:49
PM prende mulher que supostamente traficava em Lavras
Polícia Militar golpeia o tráfico de drogas em Lavras e efetua três apreensões e, ainda, retira de circulação uma jovem supostamente traficante.

     

         Droga e objetos apreendidos na residência de Juliana Aparecida Anacleto

 

LAVRAS TEM Bioderme. Quer saber? Clique aqui.

O dia de ontem, sexta-feira, dia 27, foi um dia produtivo para a Polícia Militar e de muito ganho para a sociedade. Três apreensões de droga foram efetuadas, a primeira, foi nas duas primeiras horas do dia, quando os militares, durante uma operação de repressão ao tráfico de drogas, entraram de surpresa em um bar na rua Chagas Dória. Os policiais determinaram que todos os freqüentadores se posicionassem na parede para serem revistados.

Não foi encontrado nada com ninguém mas, no chão, próximo a entrada de um banheiro, os militares encontraram um invólucro contendo 30 pedras de crack e uma porção de maconha, tudo embalado pronto para o comércio. Se o proprietário não foi localizado, pelo menos arcou com o prejuízo e este material foi tirado de circulação.

A segunda apreensão foi no final da manhã, quando os policiais receberam a informação de que um indivíduo estaria comercializando drogas no bairro Novo Água Limpa. De posse das características físicas e das cores das vestimentas do traficante, os policiais saíram à procura do marginal. Não demorou muito e os militares avistaram um rapaz de 18 anos com as mesmas características da informação. Ele foi abordado e, com ele, os militares encontraram 4 pedras de crack embaladas para o comércio e R$ 82, dinheiro supostamente decorrente da venda de crack. O rapaz, de 18 anos, é natural de Guaratinguetá (SP) e foi preso e conduzido até a Depol.

A maior apreensão foi a tarde, por volta de 16h30, quando a PM compareceu à rua Vereador José Santana, no bairro Dona Julieta, onde, segundo denúncias, um garoto havia entregado droga a um indivíduo naquele local. Imediatamente os militares vasculharam a região e encontraram Luiz Fernandes da Silva, 44 anos, pedreiro. Ele estava de posse de 45 gramas de maconha e R$ 250.

Questionado, o pedreiro contou aos policiais que havia adquirido a droga de um menor de 16 anos. Em seguida, deu as características do garoto, que era conhecido por um apelido. Não demorou muito e o garoto foi interceptado pela PM. Os policiais então foram informados por populares que, na casa do menino, no bairro Joaquim Sales, havia grande quantidade de droga e que não seria ele o traficante, mas sua irmã.

Os policiais foram até a residência do garoto e, com autorização do menino, na presença de testemunhas, entraram na casa e encontraram duas facas, quatro projéteis intactos, um telefone celular, uma balança de precisão, uma corrente de prata, um chip de celular, 320 gramas de maconha, embalagens para acondicionar drogas e 59 pedras de crack já embaladas para venda.

Certo da impunidade, o garoto assumiu a posse de todo o material encontrado na casa, porém, vizinhos e informantes disseram que a droga pertencia a irmã do menor, Juliana Aparecida Anacleto, de 21 anos, e que ela era a responsável pelo tráfico naquela região.

Ela foi presa e o garoto conduzido para a 1ª Delegacia Regional do 6º Departamento, com sede em Lavras. O garoto foi ouvido e entregue ao Conselho tutelar e Juliana Aparecido Anacleto, natural de Ervália (MG), foi presa.

Clique aqui e comente esta notícia no Facebook do Jornal de Lavras

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras