Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


variedade / Sons de Lavras /


Publicada em: 27/05/2011 12:14 - Atualizada em: 03/04/2014 10:44
SONS DE LAVRAS - Série Cecília Bravo (4 de 7): as músicas
As obras de uma artista... as músicas de um compositor: o artista somente é artista, porque as suas obras existem, e confirmam isso. Esta quarta reportagem da série traz as músicas que são as obras da Cecília Bravo.

     

         Foto: Tiago Mendonça

 

Leia as reportagens anteriores da série Cecília Bravo clicando nos links:

 

A quarta reportagem da série Cecília Bravo tem a finalidade de mostrar o que já tem na internet sobre o CD que será lançado hoje, sexta-feira, dia 27, já que este é um trabalho autoral independente – 13 músicas são da banda e uma de um parceiro deles. O início da distribuição será nos shows de lançamento, já que, aqueles que comprarem um ingresso, que na verdade é um vale CD, receberá o seu quando for prestigiar o show. Após isso, segundo explicou Anamaíra Spaggiari, a empresária da banda, o CD deverá ser disponibilizado nas lojas da cidade e, até, em algumas cidades da região, o que será expandido posteriormente. Após o lançamento e reformulação do site da banda, todas as músicas estarão disponíveis para download gratuito.

Nem todas as 14 canções do CD foram divulgadas ainda – o grupo optou por manter surpresa de como ficaram estas músicas após o término do processo de produção e, a explicação, é que eles quiseram fazer do show de lançamento, uma apresentação de novas músicas para aqueles que irão os prestigiar. Mas a banda divulgou cinco "teasers", uma técnica bastante utilizada no mercado publicitário, que consiste em apresentar um pequeno trecho de algo, no caso, das músicas, como um "aperitivo" do que está por vir. Os "teasers" divulgados podem ser vistos ainda nesta matéria, em forma de vídeos.

Dentre as músicas que já foram divulgadas na íntegra, estão Olhos Verdes, A Culpa e Pedaço de Papel, cujos vídeos também estão sendo reproduzidos nesta notícia da série. A idéia é que, aqueles que ainda não conhecem o som desta banda que estamos apresentando desde segunda-feira no Sons de Lavras, possam ter o primeiro contato com Cecília Bravo através dos vídeos, e poder concluir o porquê esta banda foi a escolhida para a estreia esta coluna.

A reportagem do Jornal de Lavras conversou com os integrantes da banda a respeito das músicas do CD, no final de um ensaio, com a finalidade de compreendermos a essência de cada uma, mesmo daquelas ainda não divulgadas. A reportagem aproveitou para perguntar ao compositor da maioria das músicas, Stéfano Luz, sobre o processo de criação, mais especificamente como surge a idéia e como ela é transformada em música. Ele explicou que "compor é algo visionário, tem que ter um tema na cabeça, e a criação é, normalmente, o fruto de um momento que estão vivenciando", disse. Marcelo Vakones concordou, e falou que este CD é todo assim, com músicas criadas e produzidas a partir de um momento, como frutos deste. Para Stéfano Luz, quando a música é criada desta forma, ela fica sincera, e o público percebe, ao ouvir a música, esta sinceridade do que foi expressado quando da criação.

Perguntados se, ao tocarem as músicas, eles são levados a pensarem no momento ou fato que gerou cada uma delas, Stéfano Luz e Marcelo Vakones afirmaram que agora não mais, isso porque o momento gerador ficou no passado e, agora, quando estão tocando, eles se concentram em sua execução.

Stéfano revelou que a quantidade de afazeres não ligados à música do seu dia a dia, isso porque, como contamos em uma das reportagens da série, os integrantes ainda não podem viver da música e tem um trabalho ou vida acadêmica, estão fazendo com que ele regrida em termos de composição. Ele disse que, em outras épocas tinha mais tempo para criar, e explicou que, para surgir inspiração, ele tem que se voltar totalmente para as atividades musicais e "respirar" música 24 horas por dia. Stéfano Luz esclareceu que o seu estilo de criação é um pouco diferenciado daqueles artistas que já conseguem fazer nascer uma música pronta, "eu preciso, após o 'nascimento', trabalhar nela, lapidar mesmo, para chegar ao resultado que quero", disse.

Após estas repostas, os integrantes falaram sinteticamente à reportagem, a essência de cada música do CD, mas Leandro Matioli explicou que depois que a música é externada e se torna pública, o compositor perde o controle: a idéia inicial vai se transformando dependendo do receptor, é ele quem interpreta. Isso faz com que a música vai ganhando sentido que pode ser completamente diferente da idéia inicial do compositor.

Stéfano Luz confessou que, na criação sempre envolve uma situação com uma mulher,  fictícia ou real, que sempre há a inspiração nelas. E ele falou que isso acontece não só com ele "pode gritar, urrar a guitarra, pode ser o mais Trash Metal, mais Punk Rock da vida, que tem a ver com mulher. Não tem jeito, as mulheres dominam o mundo", disse. E na banda Cecília Bravo parece que isso é tão presente, que até o nome da banda é composto por um nome feminino.

 

Sobre as músicas

Pedaço de Papel (Luiz Otávio) – esta música é de um parceiro deles, que tem a produtora Lumiart em Belo Horizonte. Ele fez o curta metragem Pedaço de Papel, e também a trilha sonora. O produtor pediu para Cecília Bravo ser intérprete dela e gravarem o clipe, o que foi feito na capital de Minas, no edifício Maleta. Veja o clipe:

          

 

Quarta-feira (Stéfano Luz) - esta diz respeito à rotina e vontade de fazer o que quiser, sem ter que entrar no sistema cíclico do cotidiano, o que a própria música conclui ser impossível devido ao patamar social que chegamos e o sistema de vida derivado disso.

 

Planos (Stéfano Luz) – o compositor explica que esta é meio sarcática, e fala de situações em que a pessoa joga a vida pela janela, e abre mão de algo por causa de outras coisas. "A vida não pode parar", diz. Veja o teaser desta música:

           

 

Seu Jeito (Stéfano Luz e Marcelo Vakones) – o tema desta música é o término de um relacionamento, e os compositores expressam isso de forma madura que, segundo eles, é consequencia  do momento de maturidade na vida pessoal que eles estão vivenciando.

 

Olhos Verdes (Stéfano Luz) – sobre esta, eles preferiram não explicar, dizendo apenas que trata de uma menina e os seus olhos verdes, que, no fundo, não são tão verdes assim. A música diz por si, assista ao vídeo:

       

 

O Que Dizer (Stéfano Luz) – o compositor conta que esta foi feita em menos de duas horas, e que foi um momento de inspiração em uma madrugada. A música diz respeito a uma garota triste, mas não revela o motivo. É uma pessoa conversando com a outra tentando entender o motivo de sua tristeza. Stéfano Luz diz que é uma situação perturbadora que está na vida da maioria das pessoas, e isso é bom em termos de composição, porque as pessoas se identificam com a música.

 

Feita Pro Mal (Marcelo Vakones)  - É a história de uma mulher que atrai todos os homens por onde passa, e que acham que tudo vale a pena por uma noite com ela. Veja o Teaser:

           

 

Você Me Esperar (Gustavo Gold) – esta música tem uma história interessante:  é uma musica mais antiga que Gutavo fez para Renata, sua esposa, quando eles ainda namoravam. Ele compôs quando eles terminaram o namoro, daí ele fez a música, fez uma gravação caseira e entregou o CD de presente para ela, juntamente com flores. Após isso eles voltaram a namorar e logo ficaram noivos e casaram. Para Gustavo Gold, a música ajudou a reconquistar a atual esposa. Renata contou à reportagem que a música criada para ela foi essencial e responsável para a reconciliação. Hoje eles têm dois filhos.

                     

Quem é Você (Leandro Matioli) – esta música trata da perda e da incompreensão do porque que é preciso perder pessoas que gosta na vida. Veja o teaser:

           

 

A Culpa (Gustavo Gold) – esta traz a idéia de que, independente do que você faça, a culpa é sempre sua, direta ou indiretamente. É uma espécie de síndrome de perseguição. Veja o vídeo:

          

 

Contradição (Stéfano Luz) – é uma música  que fala sobre o amor, e como um sentimento tão bom, pode trazer também a dor, dependendo da situação, ela fala sobre essa contradição.

           

Ainda Irei Te Conquistar (Stéfano Luz) – foi criada com a intenção ser temática, dos anos 50, ingênua, que fala de amores platônicos e inalcançáveis, e sobre a espera do grande amor. Veja o teaser:

          

 

Sozinha no Bar (Stéfano Luz) – esta foi criada a partir de um fato real: o compositor estava tocando em um bar, e viu uma moça sozinha neste lugar. Esta situação tão simples chamou tanta atenção dele, que se transformou em música.

 

Contra o Vento (Marcelo Vakones) - esta música expressa um desejo de trocar de ambiente, de ir para onde quizer, sem ter que se render às pressões que obrigam a continuar. Veja o teaser:

          

 

Clique aqui e comente esta notícia no Facebook do Jornal de Lavras

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras