Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / Religião /


Publicada em: 02/11/2019 22:00 - Atualizada em: 03/11/2019 14:04
Aeroclube de Lavras prestou homenagens a benfeitores neste Dia de Finados
Os dois benfeitores da instituição foram lembrados na manhã de hoje, Dia de Finados, pelos integrantes do Aeroclube de Lavras

Membros do Aeroclube de Lavras ao lado da sepultura de Miguel Ângelo dos Santos, o "Miguelão", que foi homenageado juntamente com Antônio Vaz Monteiro. Fotos: Jornal de Lavras

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Na manhã de hoje, Dia de Finados, os integrantes do Aeroclube de Lavras foram uniformizados até o cemitério São Miguel para prestar homenagens a dois importantes benfeitores do Aeroclube.

A primeira homenagem foi prestada ao seu maior benfeitor: Antônio Vaz Monteiro, que morreu há 75 anos, no dia 10 de outubro de 1944, no Rio de Janeiro, depois de contrair uma doença no Continente Africano. Mas seu amor por Lavras era tão grande que, apesar de português de nascimento, preferiu que seus restos mortais fossem depositados em Lavras e sua vontade foi atendida. Seu corpo foi transladado para Lavras onde foi sepultado no Cemitério Paroquial São Miguel.

Antônio Vaz Monteiro faleceu aos 54 anos no Rio de Janeiro, ele era português e foi diretor da Companhia Fabril Mineira e aqui residiu por muitos anos, onde, entre outras coisas, fundou o Hospital das Crianças, construiu o hangar do campo de aviação, o estádio de futebol do Fabril, modernizou e ampliou a frente de empregos na Fabril Mineira.

Em sua homenagem, uma ampla avenida de Lavras recebeu o seu nome, e o Hospital das Crianças passou a denominar-se "Vaz Monteiro" e o mesmo aconteceu com o hangar do aeroporto.

Hoje, 75 anos depois de sua morte, Vaz Monteiro foi homenageado pelos integrantes do Aeroclube de Lavras. Nenhum daqueles que homenagearam sequer eram nascido quando ele faleceu, mas a direção do Aeroclube de Lavras nunca esquece seu benfeitor e sempre que tem oportunidade, cita Antônio Vaz Monteiro em solenidades e entrevistas.

Os integrantes do Aeroclube de Lavras também visitaram a sepultura de outro grande colaborador daquela instituição: Miguel Ângelo dos Santos, o "Miguelão", que morreu no dia 29 de novembro de 2014. Ele também foi homenageado por aquela instituição, que denominou a Escola de Planadores de Lavras com seu nome. 

O comandante Walter Pires, presidente do Aeroclube de Lavras, leu a crônica de Vinícius de Moraes "Se eu morrer antes de você não culpe a Deus", depois fez uso da palavra, falou sobre Vaz Monteiro, depositou flores no túmulo e depois, falou sobre Miguel Ângelo, o "Miguelão". Os membros do Aeroclube encerraram a vista as sepulturas de Antônio Vaz Monteiro e a de Miguel Ângelo dos Santos, fazendo a oração universal, o Pai Nosso.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras