Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


artigo /


Publicada em: 31/10/2019 07:54
Conquistas mineiras na Libertadores
Os artigos publicados no Jornal de Lavras são de autorias independentes e não necessariamente expressam a opinião deste jornal

 

Atlético Mineiro e Cruzeiro, grandes rivais belo-horizontinos, sabem o que é ocupar o trono do futebol sul-americano. O "Galo" conquistou a Libertadores no ano de 2013, enquanto o Cruzeiro alcançou esse feito em 1976. A decisão da edição de 2019 da competição se aproxima, então aproveitamos para recordar os êxitos dos dois times mineiros na prova.

A campanha da "Raposa" em 1976

O Cruzeiro foi o segundo time brasileiro a conquistar uma edição da Libertadores, após o bicampeonato do Santos de Pelé (1962/63). A "Raposa" foi a única equipe brasileira a erguer o troféu na década de 1970, interrompendo a hegemonia do Independiente, vencedor das quatro edições anteriores. Só na década de 1980, mais especificamente em 1981, haveria nova festa brasileira, dado que o Flamengo conquistaria a prova para alegria da sua fervorosa torcida, recentemente envolvida em ações solidárias.

A campanha do Cruzeiro na Libertadores de 1976 começou com a vitória no grupo 3, partilhado com os compatriotas do Internacional de Porto Alegre e com os times paraguaios do Olimpia e do Sportivo Luqueño. O modelo competitivo da prova era bem diferente à época. Após ultrapassar a primeira fase de grupos, o Cruzeiro integrou um novo agrupamento, no caso, partilhado com os equatorianos da LDU Quito e com os peruanos do Alianza Lima. No outro grupo, River Plate, Independiente e Peñarol se defrontaram, com os vencedores de cada grupo seguindo para a decisão.

A final se iniciou no Mineirão – tantas vezes palco da decisão do Campeonato Mineiro, como ocorreu no ano passado, com Cruzeiro e Atlético se enfrentando no local – com uma vitória bem clara do Cruzeiro por 4 a 1, com gols de Nelinho, Palhinha (2) e Waldo. O River Plate precisava vencer na ida e conseguiu triunfar ao vencer por duas bolas a zero no Monumental, com gols de autoria de Juan José López e Pedro Alexis González, que adiaram a decisão para campo neutro. O estádio Nacional de Santiago do Chile foi o palco escolhido para o encontro que definiria o novo campeão sul-americano. O Cruzeiro, comandado então pelo técnico Zezé Moreira, entrou a ganhar por 2 a 0 com tentos de Nelinho e Ronaldo. Os "Millonarios" empataram a partida a dois gols, mas Joãozinho, a apenas 2 minutos do final do segundo tempo, faria o 3 a 2, gol que permitiria ao Cruzeiro erguer o troféu pela primeira vez – e única, até os dias de hoje – na sua história. Na lista de artilheiros da competição, os três primeiros postos foram ocupados por jogadores da "Raposa": Palhinha (13 gols), Jairzinho (12) e Joãozinho (8). Apesar do triunfo final, essa edição da competição ficou negativamente marcada para o Cruzeiro por conta do acidente rodoviário envolvendo Roberto Batata, que tinha apenas 26 anos.

No entanto, o Cruzeiro não foi o único time mineiro a conquistar o continente. O Atlético, tantas vezes rival da "Raposa", tanto no campeonato estadual quanto no Brasileirão, competição que tem a final da edição deste ano marcada para 8 de dezembro e cujo favoritismo dos times pode ser verificado em diferentes sites, como a casa de apostas online Betway Esportes, que disponibiliza as odds relativas ao torneio, também alcançou esse feito no ano de 2013. As duas equipes mineiras, como vemos, engrossaram a lista de times brasileiros a vencer uma edição da Libertadores. Outras equipes do país que já venceram a competição foram, entre outras, São Paulo, Palmeiras e Flamengo, conforme mostra matéria do portal Globo Esporte.

"Galo" celebrou em 2013

A conquista do Atlético Mineiro é bem mais recente do que a do Cruzeiro, estando ainda bem presente na mente da torcida do "Galo". No ano de 2013, um ano antes de comemorar outro título inédito, a Copa do Brasil, o time venceu pela primeira vez a Libertadores. Em seu percurso, começou por vencer o grupo 3 da competição, partilhado com São Paulo, Arsenal de Sarandí e The Strongest. Em 18 pontos possíveis, o Atlético fez 15, não deixando chance aos concorrentes – São Paulo e Arsenal de Sarandí, os dois mais próximos, fizeram 7 pontos cada um. Nas oitavas de final dessa Libertadores, o Atlético viria a medir forças uma vez mais com o São Paulo. Na visita ao Morumbi, os donos da casa até se colocaram em vantagem, mas a expulsão do experiente zagueiro Lúcio deixou tudo mais fácil para o "Galo", que deu a volta por cima com gols do astro brasileiro Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli. Na volta, o Atlético "atropelou" o São Paulo por 4 a 1, com Jô a ser a figura da noite ao fazer três gols.

Nas quartas, a eliminatória foi bem mais equilibrada, tanto que a contenda se decidiu por conta dos gols fora. Frente aos mexicanos do Club Tijuana, na ida, disputada no Estádio Caliente, o Atlético perdeu por 2 a 0, mas os gols de Tardelli e Luan – o segundo já em cima do final do jogo – permitiram ao time retornar ao Brasil em vantagem. Na volta, o encontro se saldou em um empate a uma bola e foi o Atlético quem avançou.

As semis ditaram um duplo enfrentamento com os argentinos no Newell's. Após derrota por 2 a 0 em Rosário, o Atlético inverteu o placar na Arena Independência e conseguiu esse feito com um gol de Bernard. Nas grandes penalidades, levou a melhor (3-2) e se assegurou na decisão, conforme lembra a matéria da Gazeta do Povo.

A final seria quase uma reprodução da semi. O Atlético perdeu a ida por 2 a 0, no terreno do Olimpia. Na volta, com o apoio do seu público, venceu por 2 a 0, com o segundo gol apontado a 3 minutos do apito final. Na decisão por meio de pênaltis, o Atlético levou a melhor por 4 a 3 e ergueu a taça Libertadores pela primeira vez em sua história.

Na edição de 2019 da Libertadores, o Cruzeiro caiu eliminado nas oitavas às mãos do campeão em título, o River Plate. Já o Atlético Mineiro não foi além da fase de grupos, perdendo a vaga para Cerro Porteño e Nacional do Uruguai. Sem os times mineiros seguindo em frente, vejamos qual dos estados brasileiros levará a melhor em 2019.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Homicídio em Lavras: rapaz morre a pauladas no bairro Nossa Senhora de Lourdes Furto em escola pública de Lavras: PM prendeu um dos ladrões e recuperou os objetos
   
Criminosos armados assaltam casa lotérica em Lavras - veja vídeo PM prende ladrões de gado na cidade de Perdões; animais eram vendidos em Lavras
   
Caixa amplia horário de atendimento das agências para saque de auxílio emergencial Bolsonaro nomeia João Chrysostomo de Resende Júnior como reitor da Ufla
.

Flashes de Notícias:

Jovem de 33 anos falece com suspeita de coronavírus em Lavras Mais um caso de coronavírus confirmado em Lavras
   
Primeiro caso de coronavírus confirmado em Lavras Falecimento de idosa que estava com suspeita de coronavírus em Lavras
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Tudo de Bom no Destaque Sales Pesquisa Lavras 2019 Série Viajadamente no Chile - Parte 7 - Valle Nevado
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras