Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


artigo /


Publicada em: 31/10/2019 07:54
Conquistas mineiras na Libertadores
Os artigos publicados no Jornal de Lavras são de autorias independentes e não necessariamente expressam a opinião deste jornal

 

Atlético Mineiro e Cruzeiro, grandes rivais belo-horizontinos, sabem o que é ocupar o trono do futebol sul-americano. O "Galo" conquistou a Libertadores no ano de 2013, enquanto o Cruzeiro alcançou esse feito em 1976. A decisão da edição de 2019 da competição se aproxima, então aproveitamos para recordar os êxitos dos dois times mineiros na prova.

A campanha da "Raposa" em 1976

O Cruzeiro foi o segundo time brasileiro a conquistar uma edição da Libertadores, após o bicampeonato do Santos de Pelé (1962/63). A "Raposa" foi a única equipe brasileira a erguer o troféu na década de 1970, interrompendo a hegemonia do Independiente, vencedor das quatro edições anteriores. Só na década de 1980, mais especificamente em 1981, haveria nova festa brasileira, dado que o Flamengo conquistaria a prova para alegria da sua fervorosa torcida, recentemente envolvida em ações solidárias.

A campanha do Cruzeiro na Libertadores de 1976 começou com a vitória no grupo 3, partilhado com os compatriotas do Internacional de Porto Alegre e com os times paraguaios do Olimpia e do Sportivo Luqueño. O modelo competitivo da prova era bem diferente à época. Após ultrapassar a primeira fase de grupos, o Cruzeiro integrou um novo agrupamento, no caso, partilhado com os equatorianos da LDU Quito e com os peruanos do Alianza Lima. No outro grupo, River Plate, Independiente e Peñarol se defrontaram, com os vencedores de cada grupo seguindo para a decisão.

A final se iniciou no Mineirão – tantas vezes palco da decisão do Campeonato Mineiro, como ocorreu no ano passado, com Cruzeiro e Atlético se enfrentando no local – com uma vitória bem clara do Cruzeiro por 4 a 1, com gols de Nelinho, Palhinha (2) e Waldo. O River Plate precisava vencer na ida e conseguiu triunfar ao vencer por duas bolas a zero no Monumental, com gols de autoria de Juan José López e Pedro Alexis González, que adiaram a decisão para campo neutro. O estádio Nacional de Santiago do Chile foi o palco escolhido para o encontro que definiria o novo campeão sul-americano. O Cruzeiro, comandado então pelo técnico Zezé Moreira, entrou a ganhar por 2 a 0 com tentos de Nelinho e Ronaldo. Os "Millonarios" empataram a partida a dois gols, mas Joãozinho, a apenas 2 minutos do final do segundo tempo, faria o 3 a 2, gol que permitiria ao Cruzeiro erguer o troféu pela primeira vez – e única, até os dias de hoje – na sua história. Na lista de artilheiros da competição, os três primeiros postos foram ocupados por jogadores da "Raposa": Palhinha (13 gols), Jairzinho (12) e Joãozinho (8). Apesar do triunfo final, essa edição da competição ficou negativamente marcada para o Cruzeiro por conta do acidente rodoviário envolvendo Roberto Batata, que tinha apenas 26 anos.

No entanto, o Cruzeiro não foi o único time mineiro a conquistar o continente. O Atlético, tantas vezes rival da "Raposa", tanto no campeonato estadual quanto no Brasileirão, competição que tem a final da edição deste ano marcada para 8 de dezembro e cujo favoritismo dos times pode ser verificado em diferentes sites, como a casa de apostas online Betway Esportes, que disponibiliza as odds relativas ao torneio, também alcançou esse feito no ano de 2013. As duas equipes mineiras, como vemos, engrossaram a lista de times brasileiros a vencer uma edição da Libertadores. Outras equipes do país que já venceram a competição foram, entre outras, São Paulo, Palmeiras e Flamengo, conforme mostra matéria do portal Globo Esporte.

"Galo" celebrou em 2013

A conquista do Atlético Mineiro é bem mais recente do que a do Cruzeiro, estando ainda bem presente na mente da torcida do "Galo". No ano de 2013, um ano antes de comemorar outro título inédito, a Copa do Brasil, o time venceu pela primeira vez a Libertadores. Em seu percurso, começou por vencer o grupo 3 da competição, partilhado com São Paulo, Arsenal de Sarandí e The Strongest. Em 18 pontos possíveis, o Atlético fez 15, não deixando chance aos concorrentes – São Paulo e Arsenal de Sarandí, os dois mais próximos, fizeram 7 pontos cada um. Nas oitavas de final dessa Libertadores, o Atlético viria a medir forças uma vez mais com o São Paulo. Na visita ao Morumbi, os donos da casa até se colocaram em vantagem, mas a expulsão do experiente zagueiro Lúcio deixou tudo mais fácil para o "Galo", que deu a volta por cima com gols do astro brasileiro Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli. Na volta, o Atlético "atropelou" o São Paulo por 4 a 1, com Jô a ser a figura da noite ao fazer três gols.

Nas quartas, a eliminatória foi bem mais equilibrada, tanto que a contenda se decidiu por conta dos gols fora. Frente aos mexicanos do Club Tijuana, na ida, disputada no Estádio Caliente, o Atlético perdeu por 2 a 0, mas os gols de Tardelli e Luan – o segundo já em cima do final do jogo – permitiram ao time retornar ao Brasil em vantagem. Na volta, o encontro se saldou em um empate a uma bola e foi o Atlético quem avançou.

As semis ditaram um duplo enfrentamento com os argentinos no Newell's. Após derrota por 2 a 0 em Rosário, o Atlético inverteu o placar na Arena Independência e conseguiu esse feito com um gol de Bernard. Nas grandes penalidades, levou a melhor (3-2) e se assegurou na decisão, conforme lembra a matéria da Gazeta do Povo.

A final seria quase uma reprodução da semi. O Atlético perdeu a ida por 2 a 0, no terreno do Olimpia. Na volta, com o apoio do seu público, venceu por 2 a 0, com o segundo gol apontado a 3 minutos do apito final. Na decisão por meio de pênaltis, o Atlético levou a melhor por 4 a 3 e ergueu a taça Libertadores pela primeira vez em sua história.

Na edição de 2019 da Libertadores, o Cruzeiro caiu eliminado nas oitavas às mãos do campeão em título, o River Plate. Já o Atlético Mineiro não foi além da fase de grupos, perdendo a vaga para Cerro Porteño e Nacional do Uruguai. Sem os times mineiros seguindo em frente, vejamos qual dos estados brasileiros levará a melhor em 2019.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Resgate de vítima de acidente na BR-265 mobilizou bombeiros de Lavras e São João del-Rei - veja fotos Corpo de Bombeiros de Lavras debelou o incêndio na Serra da Bocaina
   
Caminhão carregado com dinamite cai em rio no Sul de Minas e motorista morre - veja vídeo Fiocruz avalia que volta as aulas em Minas colocará em risco mais de 1 milhão de pessoas
   
Grupo de Fotógrafos Amadores de Lavras registrou passagem do cometa Neowise - veja fotos Manifestação pró-Bolsonaro em Lavras tem outdoors de apoio
   
Empresária denunciada pela Prefeitura de Lavras deixou o presídio de Elói Mendes para cumprir prisão domiciliar Diretório Municipal do PT manifesta sobre eleição em Lavras
.

Flashes de Notícias

.  

Blog Sabrina Cicareli:

Decoração da minha Kitnet Tudo de Bom no Os Mais Influentes Revista Elitte 2019
   
Tudo de Bom no Destaque Sales Pesquisa Lavras 2019 Série Viajadamente no Chile - Parte 7 - Valle Nevado
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras