Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Educação /


Publicada em: 19/08/2019 22:02
Pesquisa na Ufla mostra propriedades da folha de amoreira
Estudo mostra a eficiência da folha de amoreira e da linhaça no combate aos sintomas relacionados à menopausa

Folhas de amoreira tem propriedades medicinais. Imagem extraída do site chabeneficios.com.br

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

A menopausa é um período inevitável na vida das mulheres, no qual há uma redução da produção hormonal que traz uma série de consequências para o organismo. Com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida durante essa fase, pesquisadores do Departamento de Ciências da Saúde (DSA) da Universidade Federal de Lavras (Ufla) estudaram os efeitos das folhas de amoreira e da linhaça como forma de amenizar os sintomas promovidos pela redução hormonal.

O estudo faz parte da dissertação de mestrado da nutricionista Jéssica Petrine Castro Pereira, sob orientação do professor Bruno Del Bianco Borges. Conforme o professor, a menopausa ocorre devido à falência dos ovários, que diminuem a concentração de diversos hormônios, dentre eles o estrógeno e a progesterona. Essa redução hormonal pode levar a problemas cardiovasculares, perda óssea (osteoporose), aumento do ganho de peso, alterações neurológicas, entre outros sintomas. "O estrógeno possui vários efeitos benéficos para o organismo da mulher: ele protege os ossos, o coração e os neurônios, além disso diminui a vontade de ingestão de alimentos, proporcionando menor ganho de peso."

Atualmente, uma das alternativas da medicina para aliviar os sintomas da menopausa é o uso de hormônios sintéticos. Por isso, os pesquisadores buscaram alternativas naturais que já são popularmente conhecidas como grandes aliados das mulheres. "A linhaça e a folha de amoreira são citadas na literatura, pois contêm grandes quantidades de fitoestrógenos, que são moléculas que possuem o efeito do hormônio estrógeno no organismo e ajudam a aliviar os sintomas da menopausa", explica Bruno.

Para o estudo que teve início em 2017, os cientistas retiraram os ovários de ratas para diminuir a concentração de estrógeno no organismo. A partir de então, os animais foram separados em grupos e receberam diariamente, durante dois meses, diferentes suplementações: um grupo só com a linhaça, outro só com a folha de amoreira, um com as duas substâncias, outro com o hormônio estrógeno sintético e ainda um grupo que foi tratado só com salina - um efeito placebo. "Toda semana as ratas foram pesadas e, ao final do experimento, amostras de sangue e de tecido foram coletadas para a realização de diversos exames, como colesterol total, triglicerídeos, análise de toxicidade, entre outros", diz Jéssica.

Os pesquisadores descobriram então que os animais tratados com linhaça e folhas de amoreira tiveram resultados bem parecidos, apresentando reduções no ganho de peso, colesterol total, colesterol ruim (LDL) e também de triglicerídeos. Além disso, de acordo com os cientistas, esses animais alimentados com linhaça e/ou folha de amoreira tiveram menor perda óssea se comparados ao grupo do placebo. Os resultados são bem parecidos com o grupo tratado com estrógeno sintético. "Com isso, podemos demostrar que a suplementação de linhaça e/ou folha de amoreira tiveram um resultado benéfico para a saúde desses animais, demonstrando, assim, que essas substâncias podem ser um adicional à melhora desses sintomas causados pela falta dos estrogênios. A pesquisa continua em andamento para investigarmos melhor esses mecanismos de ação e, futuramente, testes clínicos em mulheres na menopausa poderão ser realizados para entender melhor os benefícios dessa suplementação no organismo feminino", conclui o professor Bruno.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Comerciante de Lavras foi conduzida até a delegacia por vender bebida alcoólica para menores Parecer favorável da CCJ pode resultar em devolução de verbas para o Executivo
   
Dois lavrenses serão agraciados com a Medalha "Juscelino Kubistchek" Homem foi preso acusado de abusar sexualmente de crianças nas dependências do Lavras Tênis Clube
   
Pedestre é atingido no rosto por linha chilena em bairro de Lavras Campus 2 do Unilavras foi inaugurado em Lavras - veja fotos
.

Flashes de Notícias:

Projeto Influencers na Net nas escolas municipais Queijo lavrense premiado no Concurso Mundial de Queijos
   
Briga com facada no Centro de Lavras 1ª Edição do Fest Vai
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Peru - Parte 6 - Lima Série Viajadamente no Peru - Parte 5 - Machu Picchu
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 4 - Machu Picchu Série Viajadamente no Peru - Parte 3 - Cusco
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 2 - Cusco Série Viajadamente no Peru - Parte 1 - Cusco

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras