Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque /


Publicada em: 20/07/2019 11:38 - Atualizada em: 20/07/2019 17:13
Há meio século, Lavras parou para ver a chegada de Armstrong à lua
Há 50 anos os lavrenses pararam para ver a chegada do homem à lua e a primeira transmissão via satélite no Brasil

Neil Armstrong, primeiro homem a chegar à lua no dia 20 de julho de 1969. Foto: National Aeronautics and Space Administration (NASA)

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

"Este é um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade", assim se expressou o astronauta Neil Armstrong, quando há 50 anos, um homem pisou na lua pela primeira vez na história. Isso foi no dia 20 de julho de 1969, e hoje, sábado, dia 20 de julho de 2019, este importante feito completa meio século.

Há 50 anos, o mundo parou para ver a descida do homem na lua, em Lavras e em todo o Brasil comemorava-se neste dia, a chegada do homem ao satélite natural da terra e a primeira transmissão via satélite do Brasil, que foi inaugurada exatamente com a chegada do homem à lua. A primeira transmissão via satélite no Brasil foi a chegada triunfal de Armstrong na lua, com a narração do repórter Hilton Gomes, da TV Globo.

Uma curiosidade, em Lavras morou um americano que ficou conhecido em todo o mundo por dois feitos, um de ser integrante da equipe que criou a internet e o outro, por fazer parte da NASA e trabalhou no projeto da Apolo XI, que levou o homem à lua, este americano se chamava John Maxwell Stout, ele trabalhou também em outros projetos como: Apollo XII, XIII e XIV, John Maxwell Stout nasceu em 1916 e faleceu aos 94 anos em 2010.

Outro grande feito do Dr. Stout: Lavras foi notícia em todo mundo científico quando fotografou, às 19h34m, a passagem do "Sputnik 1", da União das Repúblicas Socialista Soviética; foi a primeira fotografia do satélite Soviético feita em órbita no mundo. O satélite artificial passou sobre Lavras a uma altura de 901 quilômetros e uma velocidade de 8 quilômetros por segundo. O feito do Dr. John Stout repercutiu em todo país e no exterior, durante muito tempo foi convidado a fazer palestras e conferências.

John Maxwell Stout era formado em engenharia química industrial pela Universidade do Texas, Estados Unidos, diretor geral do Departamento de Pesquisas de Calculadores Balísticos e membro do Estado Maior do Primeiro Agrupamento de Artilharia Teleguiada, dos Estados Unidos, em Lavras foi professor do Instituto Gammon e da Escola Superior de Agricultura de Lavras, ESAL. Mais tarde, Stout voltou aos Estados Unidos para trabalhar na NASA. 

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Homem que cometeu homicídio em Lavras em 2013 foi preso no Rio Grande do Norte - veja vídeo Mulher foi presa em Perdões após simular seu próprio sequestro para extorquir família
   
Pichações continuam em Lavras, desta vez foi na pista de skate da Selt - veja fotos Enduro da Independência terá a largada em Ubatuba-SP e chegada em Lavras
   
Empresa de ônibus foi condenada a indenizar cadeirante de Lavras PRF recolhe os radares móveis das estradas federais
.

Flashes de Notícias:

Briga com facada no Centro de Lavras 1ª Edição do Fest Vai
   
"Onda Verde" nos semáforos de Lavras Pacientes com acompanhante na UPA Lavras
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Peru - Parte 6 - Lima Série Viajadamente no Peru - Parte 5 - Machu Picchu
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 4 - Machu Picchu Série Viajadamente no Peru - Parte 3 - Cusco
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 2 - Cusco Série Viajadamente no Peru - Parte 1 - Cusco

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras