Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Meio Ambiente /


Publicada em: 29/06/2010 17:59 - Atualizada em: 02/11/2011 12:42
Polícia Ambiental prende três envolvidos com briga de galos
Um galpão usado para briga de galo foi fechado no domingo em Candeias. No local, onde funcionava uma rinha, foi apreendido um galo e detidos 3 homens, eles foram indiciados por crime ambiental. O flagrante foi feito pela Polícia Ambiental de Campo Belo, subordinada ao Batalhão de Lavras.

     

        Foto ilustrativa

 

A Polícia Militar do Meio Ambiente, de Campo Belo, subordinada a Sexta Companhia de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário, com sede em Lavras, prendeu, em Candeias, três indivíduos envolvidos com briga de galo. A PM recebeu uma denúncia anônima que os levou até o local na tarde de domingo, dia 27. Com a chegada dos militares, muita gente conseguiu fugir, mas três foram presos.

Stephanie Henrique Gibram, 19 anos, natural de Campo Belo; Ozanan Luiz da Silva, 43 anos, natural de Candeias, e Ezequiel do Nascimento Alvarenga, 27 anos, também natural de Candeias. Os policiais do Meio Ambiente encontraram no local onde eram realizadas as brigas de galo, uma rinha redonda e acolchoada, onde eram colocados os animais para brigar.

Os militares apreenderam um galo da raça índio, que foi levado diretamente a um médico veterinário, que emitiu um atestado onde relatou diversos ferimentos e mutilações. A ave foi levada para Campo Belo, onde ficou em um viveiro sob a responsabilidade de um protetor de animais. As brigas de galo são consideradas crime contra a fauna, de acordo com a lei ambiental 9605/98. A penalidade pode ser de detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 500 a R$ 2,5 mil por galo.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras