Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 25/06/2019 07:30 - Atualizada em: 25/06/2019 14:13
Maioria na Câmara de Lavras acata pedido de recebimento de denúncia contra Ti Ailton
Votação foi acompanhada pela família do vereador Ailton Magalhães Filho, o Ti Ailton

Vereador Ti Ailton se mostrava apreensivo durante votação. Fotos: Jornal de Lavras

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

A Câmara Municipal de Lavras se reuniu na noite de ontem, segunda-feira, dia 24, para votar o recebimento ou não da denúncia formulada pelo presidente da Casa, vereador Evandro Miranda que pedia a cassação do vereador Ailton Magalhães (PSDB), o Ti Ailton, como é mais conhecido, com base nos relatórios da Comissão Parlamentar de Inquérito e Comissão de Ética. Ele foi acusado numa rede social por um cidadão chamado Darci Tavares (foto) por compra de voto. Darci acompanhou a votação no plenário da Câmara.

Ontem foi lida a denúncia e os vereadores votaram pelo seu recebimento. Foram nove votos favoráveis ao recebimento da denúncia, cinco votos pelo arquivamento e duas abstenções. Com este resultado, o presidente interino da Câmara, vereador Antônio Claret dos Santos, sorteou os integrantes para formar a Comissão Processante.

Três vereadores foram sorteados, foram eles: Cristiane Costa, Ennio Mendes de Siqueira e Matusalém Machado, depois os integrantes foram sorteados para exercer suas funções na Comissão Processante. A vereadora Cristiane Costa foi nomeada para ser a presidente e o vereador Matusalém Machado, relator. A comissão tem um prazo de 90 dias para apresentar o parecer, depois será votado a cassação ou não do vereador Ailton Magalhães Filho, o Ti Ailton.

Votaram pelo recebimento da denúncia os vereadores: Carlos Lindomar, Cristiane Costa, Elias Freire Filho, Matusalém Machado, Nastenka Georgina, Peterson Rodrigues da Silva Borges, João Paulo Felizardo, Ennio Mendes de Siqueira e Ubirajara Cassiano.  O presidente interino, vereador Antônio Claret dos Santos, votaria em caso de desempate.

Pelo arquivamento das denúncias: Sebastião dos Santos Vieira, Alessandro Furtado Silva, Antônio Carlos Nogueira, o próprio vereador denunciado Ailton Magalhães Filho e Marcos Possato.

Se abstiveram de votar dois vereadores: Daiana Garcia e João Paulo Santos, vereador suplente do presidente Evandro Miranda, que foi impedido de votar por ter sido ele o autor do pedido de abertura da CPI.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Seminário de Inovação e Empreendedorismo será realizado em Lavras Ciro Gomes vem a Lavras ministrar palestra para alunos do Curso de Direito da Ufla
   
Atleta lavrense Mariela de Abreu vence concurso de Artigos Científicos PM de Lavras prende casal de traficantes
   
Identificadas as vítimas do acidente na BR-265: é uma família de Lavras Uaitec de Lavras está oferecendo cursos gratuitos de qualificação profissional
.

Flashes de Notícias:

Novo colégio na cidade Evacuação de prédio por risco de desabamento
   
CEPs específicos por rua Burger King em Lavras
   
Descoberta de que jovem assassinada estava grávida - entrevista com a delegada Projeto de regulamentação do serviço de Mototaxista
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras