Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 25/06/2019 07:30 - Atualizada em: 25/06/2019 14:13
Maioria na Câmara de Lavras acata pedido de recebimento de denúncia contra Ti Ailton
Votação foi acompanhada pela família do vereador Ailton Magalhães Filho, o Ti Ailton

Vereador Ti Ailton se mostrava apreensivo durante votação. Fotos: Jornal de Lavras

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

A Câmara Municipal de Lavras se reuniu na noite de ontem, segunda-feira, dia 24, para votar o recebimento ou não da denúncia formulada pelo presidente da Casa, vereador Evandro Miranda que pedia a cassação do vereador Ailton Magalhães (PSDB), o Ti Ailton, como é mais conhecido, com base nos relatórios da Comissão Parlamentar de Inquérito e Comissão de Ética. Ele foi acusado numa rede social por um cidadão chamado Darci Tavares (foto) por compra de voto. Darci acompanhou a votação no plenário da Câmara.

Ontem foi lida a denúncia e os vereadores votaram pelo seu recebimento. Foram nove votos favoráveis ao recebimento da denúncia, cinco votos pelo arquivamento e duas abstenções. Com este resultado, o presidente interino da Câmara, vereador Antônio Claret dos Santos, sorteou os integrantes para formar a Comissão Processante.

Três vereadores foram sorteados, foram eles: Cristiane Costa, Ennio Mendes de Siqueira e Matusalém Machado, depois os integrantes foram sorteados para exercer suas funções na Comissão Processante. A vereadora Cristiane Costa foi nomeada para ser a presidente e o vereador Matusalém Machado, relator. A comissão tem um prazo de 90 dias para apresentar o parecer, depois será votado a cassação ou não do vereador Ailton Magalhães Filho, o Ti Ailton.

Votaram pelo recebimento da denúncia os vereadores: Carlos Lindomar, Cristiane Costa, Elias Freire Filho, Matusalém Machado, Nastenka Georgina, Peterson Rodrigues da Silva Borges, João Paulo Felizardo, Ennio Mendes de Siqueira e Ubirajara Cassiano.  O presidente interino, vereador Antônio Claret dos Santos, votaria em caso de desempate.

Pelo arquivamento das denúncias: Sebastião dos Santos Vieira, Alessandro Furtado Silva, Antônio Carlos Nogueira, o próprio vereador denunciado Ailton Magalhães Filho e Marcos Possato.

Se abstiveram de votar dois vereadores: Daiana Garcia e João Paulo Santos, vereador suplente do presidente Evandro Miranda, que foi impedido de votar por ter sido ele o autor do pedido de abertura da CPI.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Comerciante de Lavras foi conduzida até a delegacia por vender bebida alcoólica para menores Parecer favorável da CCJ pode resultar em devolução de verbas para o Executivo
   
Dois lavrenses serão agraciados com a Medalha "Juscelino Kubistchek" Homem foi preso acusado de abusar sexualmente de crianças nas dependências do Lavras Tênis Clube
   
Pedestre é atingido no rosto por linha chilena em bairro de Lavras Campus 2 do Unilavras foi inaugurado em Lavras - veja fotos
.

Flashes de Notícias:

Projeto Influencers na Net nas escolas municipais Queijo lavrense premiado no Concurso Mundial de Queijos
   
Briga com facada no Centro de Lavras 1ª Edição do Fest Vai
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Peru - Parte 6 - Lima Série Viajadamente no Peru - Parte 5 - Machu Picchu
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 4 - Machu Picchu Série Viajadamente no Peru - Parte 3 - Cusco
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 2 - Cusco Série Viajadamente no Peru - Parte 1 - Cusco

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras