Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Trabalho /


Publicada em: 15/06/2019 10:15 - Atualizada em: 16/06/2019 12:28
Fazendeiros acusados de trabalho escravo na região foram absolvidos pela Justiça Federal
Os fazendeiros foram acusados em 2017, agora a Justiça Federal os absolveram das denúncias baseada na defesa do advogado lavrense Négis Rodarte

Foto ilustrativa extraída do Flickr: by LagoLeossi

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Em 2017, um caso de suposto trabalho escravo ganhou a mídia regional, quando dois fazendeiros foram acusados por fiscais do Ministério do Trabalho de praticarem este crime que é "reduzir alguém a condição análoga à de escravo, quer submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto". Neste caso a pena é de reclusão, de dois a oito anos, e multa, além da pena correspondente à violência".

Diante das acusações, o Ministério Público Federal ofereceu denúncia contra os dois fazendeiros da região de Lavras, eles foram acusados de manter dez pessoas na condição análoga a escravos em uma fazenda às margens da rodovia Fernão Dias, a BR-381, no município de Bom Sucesso.

Segundo a acusação, no período de 6 de maio a 27 de junho de 2017, as supostas dez vítimas estavam em condições degradantes de trabalho na colheita de café sem lhes pagar nenhuma remuneração e nem fornece-lhes os alimentos necessários à sua subsistência no período, além de privá-las de acomodações dignas.

Na época foram ouvidas mais de dez pessoas, todas do estado da Bahia, além de testemunhas da defesa e da acusação. Após instrução processual, o Ministério Público Federal ofereceu alegações finais, bem como a defesa dos acusados através do advogado criminalista lavrense Négis Rodarte, que pediu a improcedência total da acusação visto que não ficou demonstrado minimamente os requisitos necessários para a configuração do crime, especialmente o cerceamento de liberdade.

Agora, em sentença proferida nesta semana o Juiz Federal Maurilio Freitas Maia absolveu os acusados da totalidade da acusação, sustentando: "o conjunto probatório produzido nestes autos, sob o crivo do contraditório e majoritamente de natureza testemunhal, não contém provas suficientes e aptas a indicar, seguramente, que redução à condição análoga a de escravo dos trabalhadores que prestaram serviço na colheita do café na Fazenda Santana [...]; [...] Destarte, não restou devidamente provado nos autos a autoria delitiva, nem a materialidade do delito, razão pela qual se tem a necessidade de atendimento ao princípio constitucional da Presunção de Inocência que enseja a aplicação do princípio do In Dubio Pro Reo, com fulcro na jurisprudência majoritária [...] ; [...] Sendo assim, a outra conclusão não se pode chegar senão a da improcedência da denúncia, com absolvição dos réus [...]". As partes ainda poderão recorrer da sentença.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Mais informações sobre o feminicídio ocorrido em Lavras neste domingo UPA Lavras divulga relatório com números de atendimentos do 1º semestre
   
Emerson Maradona representará Lavras na Tailândia, berço do Muay Thai PM prende traficantes em Perdões com mais de mil papelotes de cocaína
   
Construtora vence licitação do retorno do Fonte Verde apresentando valor abaixo do orçado Menores assaltaram idoso na zona rural de Lavras
.

Flashes de Notícias:

Furto de tapetes de grama na "Ponte Branca" Manifestação do movimento "Pelo Brasil" em Lavras
   
Nova remessa de vacinas contra gripe para Lavras Esquadrilha da Fumaça já chegou em Lavras para apresentação 
   
Parcelamento de multas, IPVA, Licenciamento e DPVAT em até 12 vezes no cartão Seletiva técnica do concurso Miss Lavras 2019
Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras