Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 14/05/2019 15:59 - Atualizada em: 14/05/2019 23:38
Cemig intensifica combate a fraudes no sistema elétrico mineiro
Infrações criminosas causaram prejuízos de, aproximadamente, R$ 450 milhões em 2018

Imagem ilustrativa extraída do site: jornalmomento.com.br

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

O número de inspeções para identificação e remoção de ligações irregulares e clandestinas cresceu mais de 700% em Minas Gerais nos últimos três anos, de acordo com dados da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). Em 2016, foram realizadas 26 mil inspeções pela Companhia, e no ano passado185 mil.

Somente nos três primeiros meses de 2019, a Cemig já verificou 55 mil medidores de energia e encontrou cerca de 22 mil irregularidades. O objetivo das vistorias é reduzir o número de fraudes na rede de distribuição, pois as perdas decorrentes das ligações irregulares refletem não somente na economia da empresa, mas também da população, já que a energia furtada é considerada na composição da tarifa de energia elétrica.

Além das inspeções de rotina, a Cemig realiza, a cada 15 dias, mutirões para minimizar o prejuízo anual de aproximadamente R$ 450 milhões com o furto de energia.

A tarifa dos consumidores mineiros poderia ser até 5% mais barata se não houvesse ligações irregulares e clandestinas na área de concessão da Cemig. Por isso, a Companhia investe em operações e possui, ainda, um centro de inteligência que monitora o consumo de todos os clientes em tempo real.

O consumidor também pode auxiliar a companhia no combate ao furto de energiadenunciando irregularidades. Essas denúncias são feitas de forma anônima pelo telefone 116. Ao identificar uma suspeita de irregularidade, o eletricista da Cemig retira o medidor da unidade consumidora e lacra o aparelho em envelope plástico específico. Logo depois, ele instala um novo equipamento e envia o antigo aparelho para o laboratório da companhia, que é certificado pelo Inmetro. Lá, é feita uma análise detalhada para identificar possíveis fraudes e adulterações no medidor

Caso seja confirmada a irregularidade pela Cemig, o titular da unidade consumidora pode responder criminalmente, já que a intervenção é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e estipula multa e pena de um a oito anos de reclusão, além da obrigação de ressarcimento de toda a energia furtada e não faturada em até 36 meses, de forma retroativa.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Passageiro de táxi foi preso em Lavras com haxixe, LSD, cocaína e maconha Prefeito de Ingaí, que foi vítima de agressão, será submetido a uma cirurgia em Lavras
   
Julia Carriço, representante de Lavras, foi coroada Miss Estudantil Sul de Minas - veja vídeo Polícia Civil de Lavras prende rapaz de 22 anos acusado de estuprar crianças e adolescentes
   
Prefeito de Ingaí foi agredido fisicamente por adversário político Homem de BH morre afogado no rio Capivari, em Ijaci
.

Flashes de Notícias:

Descoberta de que jovem assassinada estava grávida - entrevista com a delegada Projeto de regulamentação do serviço de Mototaxista
   
Projeto Influencers na Net nas escolas municipais Queijo lavrense premiado no Concurso Mundial de Queijos
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Peru - Parte 6 - Lima Série Viajadamente no Peru - Parte 5 - Machu Picchu
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 4 - Machu Picchu Série Viajadamente no Peru - Parte 3 - Cusco
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 2 - Cusco Série Viajadamente no Peru - Parte 1 - Cusco

.

 
 
www.jornaldelavras.com.br/media/imagens/Noticias/uso_unico_3/cemig_gato_im
agem_ilustrativa_extraida_do_site_jornalmomento_com_br.jpg 
 
 
 
Imagem ilustrativa extraída do site: jornalmomento.com.br 
 
Cemig intensifica combate ?a? fraudes ?no 
sistema elétrico mineiro 
 
 
Infrações criminosas causaram prejuízos de, aproximadamente, 
 
R$ 450 milhões em 2018 
  
O número de inspeções para identificação e remoção de 
ligações irregulares e clandestinas cresceu ?mais de 700% ?em 
Minas Gerais nos últimos três anos, de acordo com dados da 
Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais)?. Em 2016, 
foram ?realizadas? 26 mil inspeções ?pela Companhia, ?e no ano 
passado?, ?185 mil. 
omente nos três primeiros meses d?e 2019?, 
a ?Cemig? já ?verificou 55 mil ?medidores de energia e 
encontrou ?cerca? de 22 mil irregularidades. O objetivo d?as 
vistorias? é reduzir o número de fraudes na rede de 
distribuição?,? ?pois? a?s? perdas decorrentes das ligações 
irregulares ?refletem não somente na economia da empresa, mas 
também da população,  que a energia furtada é 
considerada ?na composição da tarifa? de energia elétrica?. 
Além das inspeções de rotina, a 


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras