Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 08/05/2019 19:13 - Atualizada em: 09/05/2019 08:30
Médica é presa em Boa Esperança acusada de mandar assassinar o marido há 22 anos
Os moradores de Boa Esperança não sabiam da história da médica pediatra que atendia naquela cidade há alguns anos

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Os moradores de Boa Esperança, no Sul de Minas, ficaram estarrecidos com o que aconteceu naquela cidade na tarde de seginda-feira, dia 6. A Polícia Civil prendeu a conhecida médica pediatra, Maria de Lourdes Peloso Pereira, ela é acusada de ser a mandante de um crime acontecido há 22 anos, em Porto Ferreira, no interior de São Paulo.

O crime aconteceu no dia 5 de setembro de 1996, a vítima era seu marido, também médico. Segundo a polícia paulista, a médica ligou para o marido, que havia deixado o plantão e o chamou para casa, pois ela também tinha plantão e dependia dele para que ela saísse.

Acontece que no caminho, um homem, que também trabalhava no mesmo hospital que o casal e que segundo a polícia paulista, era amante da médica, armou uma emboscada para a vítima.

Quando a vítima passou em uma estrada de terra para chegar a sua casa, ele encontrou seu colega e amante de sua esposa na estrada com o porta-malas aberto, ele então parou para prestar auxílio. Ele recebeu três tiros a queima roupa. Caído dentro do carro, a vítima pegou um papel e uma caneta e escreveu: "quem me matou foi Celso", o suposto amante da esposa.

A vítima foi levada ainda com vida para o hospital e no caminho informou aos policiais que o chefe do Pronto Socorro havia atirado nele. A vítima ficou internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), passou por cirurgia, mas morreu.

A condenação do assassino saiu 9 anos depois da morte da vítima, ele cumpriu dois anos de cadeia. Já a médica Maria de Lourdes Peloso Pereira que era esposa da vítima e amante do assassino, o mandado de prisão que a justiça condenou a 16 anos e 4 meses em regime inicial fechado só saiu no ano de 2014, 18 anos depois da morte do marido, mandado que foi cumprido na segunda-feira, em Boa Esperança, onde a médica residia e clinicava. Ela é acusada pela Polícia Civil paulista de ter encomendado o crime ao amante dela na época.

A médica Maria de Lourdes Peloso Pereira foi conduzida até o presídio de Varginha, onde deverá permanecer até ser transferida para uma penitenciária em Porto Ferreira, em São Paulo.


Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

LRF teve recorde de público em 29 anos de evento com shows de Matogrosso & Mathias e Gusttavo Lima Polícia Civil prende em Lavras, traficante conhecido como "Galo Véio"
   
Morador de Carrancas está desaparecido e a última informação é que ele teria vindo para Lavras Ufla pesquisa reaproveitamento da casca do café como aditivo a argamassas e concretos
   
Proibida venda de salgados, refrigerantes e doces em escolas particulares de MG Ponte duplicada em Lavras poderá ser denominada "Nelson Willibaldo Werlang"
.

Flashes de Notícias:

Manifestação em Lavras em favor da educação pública Data de inauguração da "Ponte Branca"
   
Esquadrilha da Fumaça está em Lavras Final do concurso Rainha do LRF 2019
   
Mulher presa por falsificar carteira policial Blitz na BR-265 - Maio Amarelo
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Caixa Postal: 98 - CEP: 37.200-000 - Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras