Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 22/01/2019 08:41 - Atualizada em: 22/01/2019 13:59
Com "pires nas mãos", prefeitos mineiros vão a Belo Horizonte falar com Zema
Sem repasses, prefeitos se reúnem para enfrentamento da crise financeira em Minas

Prefeitos ficaram inconformados com a postura do governador, em convocar a PM para garantir a ordem  

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Diversos prefeitos mineiros estiveram na Cidade Administrativa para falar com Romeu Zema (Novo), sobre atraso nos repasses, acontece que o Governador não recebeu os prefeitos e ainda montou uma barreira policial no Palácio Tiradentes, local onde o governador despacha.

Entre os prefeitos que estavam com o "pires na mão" estavam José Cherem, prefeito de Lavras, Ana Rosa Lasmar, prefeita de Ribeirão Vermelho, Iza Menezes, de Nepomuceno, Alisson Assis Carvalho, prefeito de Campo Belo e Fabiano Moretti, prefeito de Ijaci. Além deles, mais de 300 prefeitos estiveram em Belo Horizonte para discutir medidas emergenciais diante da falta de repasses do Governo do Estado, que está deixando os municípios em situação de penúria. 

O presidente da AMM (Associação Mineira dos Municípios) prefeito Julvan Lacerda diz estar perplexo com a forma de recepção aos prefeitos. "Até o governo passado, com todo o desrespeito que teve conosco, nunca nos tratou desta forma. Até onde sei as forças policiais são para fazer cumprir a lei e não para proteger quem está descumprindo", disse.

Os prefeitos decidiram que vão protocolar um pedido para que Romeu Zema volte a repassar automaticamente o ICMS (Imposto de Consumo de Mercadoria e Serviço) e o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) devidos aos municípios.

Os prefeitos mineiros estão, literalmente, "num beco sem saída". Com os cofres zerados, a maioria afirmou que, além dos salários dos servidores ativos e inativos, os serviços essenciais como saúde e educação também estão ameaçados pela falta de repasses.

Segundo o prefeito de Moema, Julvan Lacerda, que também é presidente da AMM, "a situação está crítica para todos os municípios da nossa região. Mesmo aqueles prefeitos que ainda estão conseguindo cumprir com seus compromissos, já temem porque não conseguirão fechar o ano com as contas pagas se os recursos não chegarem. Nem os repasses constitucionais semanais do ICMS e Fundeb estão sendo realizados regularmente pelo novo Governador". Disse.

Após a pressão em frente à barreira policial, o governo autorizou a entrada de Julvan Lacerda e mais quatro prefeitos para conversar. A imprensa não foi autorizada a entrar. A dívida do Estado com os municípios mineiros já ultrapassa  os R$ 12 bilhões.

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Ufla poderá armazenar vacinas do Governo do Estado em seus Ultrafreezers Decreto da Prefeitura de Lavras prevê uso obrigatório de máscara também em vias públicas
   
PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
   
Rua de Luminárias com 9 faixas de pedestres virou meme nas redes sociais Covid-19: Associação Médica de Lavras manifesta através de nota oficial
   
LabCovid e Prefeitura de Ingaí realizam coleta para exame de Covid-19 Começou a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Lavras
   
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras