Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


polícia / Diversos /


Publicada em: 23/11/2018 21:29 - Atualizada em: 24/11/2018 14:23
A Ufla é o órgão federal menos vulnerável a fraude e corrupção em MG, de acordo com o TCU
Estudo do Tribunal de Contas da União analisou a vulnerabilidade dos órgãos públicos federais

A boa gestão da Universidade Federal de Lavras foi destaque no estudo realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Imagem parcial do campus da Universidade Federal de Lavras

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou um estudo sobre a vulnerabilidade dos órgãos públicos federais no que tange a fraudes e corrupção. A auditoria analisou 287 órgãos.

O TCU apontou que, no Estado, o Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) tem a combinação de peças do mecanismo de prevenção mais frágeis.

Dos 287 órgãos avaliados, 19 instituições federais estão em Minas. De acordo com a pesquisa, no Estado, a Universidade Federal de Lavras (Ufla) possui mecanismos de prevenção mais robustos entre as 19 instituições federais analisadas em Minas. O TCU criou uma escala e quanto mais próximo de 1, pior é o índice de vulnerabilidade, a Ufla está apresentou 0,31.

O TCU esclarece que esses cálculos se referem apenas à fragilidade dos mecanismos de controle - não são indicativos que de que exista fraude ou corrupção nas instituições avaliadas. "No decorrer de 2018, o TCU promoveu auditoria operacional para avaliar se os controles de prevenção e detecção relacionados a fraude e corrupção de órgãos e instituições do Poder Executivo Federal estão compatíveis com seus poderes econômicos e de regulação, bem como propor melhorias em práticas específicas, com o intuito de eliminar ou mitigar causas sistêmicas. Assim, o Tribunal oferece uma ferramenta para que as instituições possam aprimorar os controles e aperfeiçoar a gestão de risco", explica o TCU.

De acordo com o Tribunal de Contas, como parte da auditoria, foram construídas metodologias de cálculo e consolidadas informações sobre a implementação dos controles: Gestão da Ética e Programa de Integridade; Transparência e Accountability; Governança e Auditoria Interna; Gestão de Riscos e Controles Internos; Designação de Dirigentes. 

O assessor de governança e gestão da Ufla, Adriano Higino Freire, disse que o resultado positivo da Universidade vai ao encontro do trabalho intenso realizado pela gestão e toda a comunidade acadêmica. "Esse reconhecimento é resultado do trabalho sério e profissional da equipe de gestão, que zela pelos princípios da eficiência, da legalidade, da moralidade e da transparência no uso de recursos para o cumprimento do interesse público. Nossa gestão é orientada por um planejamento estratégico monitorado com um controle rígido de cumprimento de metas e alcance de resultados que visam ao interesse da sociedade", falou.

Ainda de acordo com o TCU, estarão disponíveis, a partir de segunda-feira, dia 26, relatórios individuais das instituições pesquisadas, contendo os respectivos resultados, além de análise comparativa de cada uma com o total da amostra e também com instituições de mesma natureza.

Confira a relação dos órgãos federais que foram estudados pelo Tribunal de Contas da União (TCU)

Índice de fragilidade de controle de fraude e corrupção, quanto mais próximo de 1, maior a possibilidade de a instituição ser alvo de fraude

Instituto Federal de Minas Gerais - 0,87

Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa) - 0,86

Universidade Federal de Alfenas 0,83

Universidade Federal do Sudeste de Minas Gerais - 0,78

Instituto Federal do Triângulo Mineiro - 0,76

Universidade Federal de Juiz de Fora - 0,74

Universidade Federal de Viçosa - 0,72

Universidade Federal do Triângulo Mineiro - 0,70

Universidade Federal de Ouro Preto - 0,66

Universidade Federal de São João del-Rei - 0,66

Instituto Federal do Sul de Minas - 0,64

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - 0,63

Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) - 0,63

Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - 0,59

Hospital das Clínicas UFMG - 0,58

Universidade Federal de Minas Gerais - 0,52

Companhia de Armazéns e Silos de Minas Gerais - 0,48

Hospital das Clinicas Univ. Federal do Triângulo Mineiro - 0,48

Universidade Federal de Lavras (Ufla) - 0,31

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Prefeito José Cherem publica vídeo sobre o primeiro caso suspeito de coronavírus em Lavras Mais informações sobre o caso suspeito de Coronavírus em Lavras
   
Chuva permitiu e último dia de carnaval foi animado no centro de Lavras - veja vídeo Escritora de 9 anos lançará livro em Lavras e o dinheiro arrecadado será doado a atleta
   
Arma usada na tentativa de homicídio em Lavras pertencia a um menor de 13 anos Transexual de Lavras impedida de usar banheiro feminino agora está entre as 7 finalistas em teste para TV
   
.

Flashes de Notícias:

 Caso suspeito de Coronavírus em Lavras Bloco Pão Moiado no Carnaval de Lavras
   
Inauguração do Yummy Smart Food Enchente na Zona Norte de Lavras
.  
Seleção de bolsas do Colégio Educa Incêndio no pátio do Expresso Nepomuceno no Distrito Industrial
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras