Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Economia /


Publicada em: 13/11/2018 19:27 - Atualizada em: 14/11/2018 11:03
Ipem-MG alerta população para cuidados na hora de abastecer o veículo
Reclamações relativas a bombas de combustíveis lideram ranking de denúncias recebidas pela Ouvidoria do instituto

A legislação prevê multas em casos constatados de erro ou fraude na bomba dos postos de combustível. Foto: Omar Freire – Imprensa/MG

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Se você não costuma conferir a bomba de combustível na hora de abastecer o carro, é melhor ficar atento. Nem sempre a quantidade de gasolina que você paga é a que você leva. O alerta é do Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), responsável pela fiscalização das bombas de combustíveis.

Entre janeiro e agosto deste ano, o número de reclamações referentes a esses equipamentos ficou em primeiro lugar no ranking de denúncias recebidas pela Ouvidoria do Ipem-MG. Nesse mesmo período, as queixas envolvendo problemas nas bombas de abastecimento superaram em 9,6% o total registrado durante todo o ano de 2017.

"Esse resultado é reflexo do trabalho de divulgação do canal da Ouvidoria, que temos feito durante as ações de fiscalização em todo o estado, realizadas em parceria com a Agência Nacional do Petróleo (ANP) e com os Procons", afirma o diretor-geral do Ipem-MG, Fernando Sette.

Sette explica que, antes de iniciar o abastecimento, o consumidor deve observar se o valor de litros e o total a pagar estão zerados no painel, conferir o valor do preço por litro e a existência do lacre do Inmetro na bomba medidora, além de acompanhar o trabalho do frentista em todo o procedimento.

"O motorista também precisa atentar para os postos que praticam preços muito baixos em relação à média do mercado. Há situações em que os revendedores não entregam a mesma quantidade de litros paga pelo consumidor. Não há vantagem financeira para o cliente. Se houver indícios de fraude, o consumidor deve acionar o Ipem", alerta Sette.

O diretor-geral do Ipem-MG, Fernando Sette, alerta que o documento fiscal é uma garantia caso o consumidor queira fazer uma reclamação junto ao posto ou aos órgãos de defesa do consumidor.

Ciente disso, a relações públicas, Simone Diniz, afirma que nunca sai do posto sem a nota fiscal. "Sempre fui rigorosa nessa questão e, depois que os preços dos combustíveis dispararam, passei a ser uma consumidora mais atenta e exigente", conta.

Para evitar riscos, Simone diz que adota algumas medidas de precaução. "Só abasteço em postos que têm bandeiras conhecidas. Confiro o valor divulgado com o que está na bomba e verifico se ela está zerada. Também observo os equipamentos, o uso de sinalização e a postura do frentista e do gerente do posto", ressalta.

A legislação metrológica vigente estabelece multa de R$ 100 a R$ 1,5 milhão caso se constate erro ou fraude na bomba do posto de combustível. "O valor varia conforme o porte da empresa e a reincidência do infrator", explica Fernando Sette.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Uber em Lavras: aplicativo inicia cadastro para motoristas de mais 6 cidades mineiras Atleta de Lavras terá luta transmitida pelos canais Combate e Sport TV
   
Senador holandês Roel Kuiper ministrará palestra em Lavras Homem que desapareceu entre Lavras e Campo Belo foi encontrado morto
   
MEC desbloqueia 47,2% do orçamento da Ufla contingenciado no início do ano Bancos leiloam mais de 200 imóveis com descontos de até 67%. Tem imóvel em Lavras
.

Flashes de Notícias:

Descoberta de que jovem assassinada estava grávida - entrevista com a delegada Projeto de regulamentação do serviço de Mototaxista
   
Projeto Influencers na Net nas escolas municipais Queijo lavrense premiado no Concurso Mundial de Queijos
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Peru - Parte 6 - Lima Série Viajadamente no Peru - Parte 5 - Machu Picchu
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 4 - Machu Picchu Série Viajadamente no Peru - Parte 3 - Cusco
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 2 - Cusco Série Viajadamente no Peru - Parte 1 - Cusco

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras