Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 01/11/2018 21:25 - Atualizada em: 02/11/2018 14:31
Dívida do Governo do Estado coloca municípios em grave crise financeira
O não repasse do Fundeb, ICMC, Saúde e outros, afundam municípios que não tiveram um planejamento; Lavras é uma das poucas exceções

Falta de repasse do Governo de Minas deixa prefeitos de "pires na mão". Imagem ilustrativa extraída do blog Cá entre nós

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Prefeituras do Sul de Minas enfrentam crise financeira grave e são obrigadas a tomar medidas drásticas, como demissões. Pelo menos três delas, Três Corações, Poços de Caldas e Paraisópolis, já anunciaram medidas que terão reflexo em todas as áreas, inclusive saúde.

Em Três Corações, o prefeito Cláudio Cosme Pereira de Souza (MDB), demitiu 534 funcionários da prefeitura daquela cidade, eles trabalharam até ontem, dia 31 de outubro. Inicialmente o corte seria de 249, mas o número pulou para 534. Além de demitir, o prefeito Dr. Cláudio, como é conhecido na cidade, decretou estado de emergência financeira.

Ele alega que a dívida do Governo de Minas com a Prefeitura de Três Corações já está na casa dos R$ 18 milhões, valor correspondente a três meses de folha de pagamento. Com as demissões, a economia será de R$ 1,3 milhão por mês.

Em Poços de Caldas, a maior cidade do Sul de Minas, o prefeito Sérgio Azevedo (PSDB), decretou estado de emergência devido a uma forte crise financeira que atinge aquela cidade turística, a medida foi tomada no dia 30, terça-feira. A justificativa é o atraso dos repasses do Governo de Minas e a dívida do Governo do Estado com o município que, segundo a nota emitida pela Prefeitura de Poços de Caldas, é de R$ 50 milhões. Para complicar a situação, 21 médicos contratados pediram demissão, eles não entraram em acordo com a administração depois que o Ministério Público apurou que eles não estavam cumprindo a carga horária. O prefeito Sérgio Azevedo anunciou uma série de medidas emergenciais como: proibição de horas extras para funcionários que não atuam em setores essenciais, a não contratação de novos funcionários e o limite máximo de 20 litros de combustível por semana em cada veículo do órgão.

Em Paraisópolis, as medidas de contenção de despesas para amenizar a crise que abateu sobre aquela cidade foram anunciadas ontem, dia 31. O prefeito Sérgio Wagner Bizarria (PR), também alega dificuldades devido à falta de repasses do governo de Minas, segundo ele, a dívida já gira em torno de R$ 4 milhões. As medidas tomadas ontem e que começam a valer a partir de hoje, quinta-feira, dia primeiro de novembro, são: diminuição de carga horária dos serviços administrativos na prefeitura e nos departamentos de Saúde e Educação e alteração do horário de atendimento nestes setores, que será de segunda a sexta-feira, de 12h às 18h. Foi suspensa a concessão de férias prêmio, novas cessões de servidores públicos para órgãos federais ou estaduais com ônus para o município, fazer uso da frota de veículos municipal nos finais de semana e dias considerados feriados nacionais ou municipais, bem como após as 18h, a realização de horas-extras aos servidores públicos, entre outros. Também foram criadas metas de redução de consumo de energia elétrica, telefone fixo e móvel, redução de combustível, material de expediente e a revisão de todos os contratos de locação.

Diferente destas cidades, Lavras está com suas contas estabilizadas e em dia, apesar de ter o mesmo problema da falta de repasse por parte do Governo do Estado. A dívida do Governo do Estado com Lavras é de mais de R$ 26 milhões. O Governo de Minas deve R$ 10.589,00 milhões de Fundeb (Fundo de Manutenção da Educação Básica); deve R$ 2.456,995 milhões de ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual), e R$ 13 milhões de repasse para a Saúde, totalizando R$ 26.046.682,00 milhões.

O prefeito José Cherem assumiu a Prefeitura em janeiro de 2017 com dívidas com fornecedores e três meses de salários atrasados. Desde então, Cherem quitou dívidas atrasadas com fornecedores e com os servidores, os salários são pagos dentro do mês trabalhado e nunca atrasaram.

Neste mês de outubro ocorreram alguns problemas e o salário de outubro não caiu na conta dos funcionários ontem, dia 31, mas o dinheiro já estava depositado na conta desde terça-feira, dia 30. Dois fatores mudaram a rotina da Secretaria da Fazenda e do Departamento de Recursos Humanos, o primeiro foi a substituição do titular da Secretaria de Administração e Recursos Humanos e o segundo, a extinção dos cargos comissionados para o reenquadramento do novo plano de cargos e salários, esses fatores contribuiram para que o pagamento ocorresse somente nesta quinta-feira, dia 1. 

No segundo caso, o Departamento de Recursos Humanos foi obrigado a rodar duas folhas de pagamento, uma com os 30% até o dia de seu termino e a outra sem os 30%. No decorrer desta quinta-feira, dia primeiro, o problema foi sanado e todos já estão recebendo.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Coronavírus: caso suspeito de Lavras foi descartado pela Fiocruz Cosplay Lavras reunirá fãs da cultura geek no próximo domingo (15)
   
Atropelamentos na rodovia Fernão Dias deixam uma pessoa morta e três feridas Preço do álcool dispara no comércio de Lavras após confirmações de coronavírus no Brasil
   
Temporal derrubou árvore na principal praça de Lavras Polícia procura por motocicleta que foi furtada em Lavras
.

Flashes de Notícias:

.
. Inauguração da nova unidade do Laboratório Santa Cecília
.  
 Caso suspeito de Coronavírus em Lavras Bloco Pão Moiado no Carnaval de Lavras
   
Inauguração do Yummy Smart Food Enchente na Zona Norte de Lavras
.  

Blog Sabrina Cicareli:

.
. Série Tudo de Bom no Yummy Smart Food - Parte 3
.  
Série Tudo de Bom no Yummy Smart Food - Parte 2 Série Tudo de Bom no Yummy Smart Food - Parte 1
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras