Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Desenvolvimento /


Publicada em: 10/08/2018 13:25 - Atualizada em: 11/08/2018 00:00
Frente de prevenção de acidentes detectou outro ponto vulnerável em Lavras - veja fotos
Trabalho preventivo realizado pela Prefeitura de Lavras está detectando problemas que nos ribeirões que cortam a mancha urbana da cidade

Saída da canalização da ponte direcionava água para um barranco, quando chovia e o volume de água aumentava, o barranco se desmoronava. Fotos: Jornal de Lavras

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

A Secretaria Municipal de Obras, Regulação Urbana e Defesa Civil está desenvolvendo um trabalho preventivo no período que antecede a temporada de chuva. Foi criada uma frente de inspeção, técnicos estão vistoriando diversos pontos da cidade que podem ficar comprometidos durante as chuvas pesadas e constantes.

Os pontos visitados são pontes, viadutos, encostas, leitos de ribeirões e outros locais que possam deixar a população vulnerável a acidentes. Dois pontos já foram detectados, um foi uma fissura na base da ponte sobre o ribeirão Vermelho, que corta a mancha urbana de Lavras, a ponte em questão é conhecida como "Ponte da Ferroviária", neste local o problema já foi corrigido.

O outro ponto também foi no leito do ribeirão Vermelho, na rua João Mattioli. Neste local foi verificado que mais da metade do volume de água infiltrava por baixo da laje e isso provocou um assoreamento no leito do ribeirão, comprometendo parte da extensão da calha de concreto, neste ponto o trabalho de recuperação segue em curso.

Os técnicos da Secretaria descobriram outro ponto que pode comprometer uma rua, a Maria de Lourdes Ferreira. Neste ponto existe um ribeirão que separa os bairros Vale do Sol e Vila Alzira, a ponte fica na rua Paulo Modesto, acontece que a estrutura da ponte foi construída direcionado a água para um barranco, quando chove o volume aumenta e a água atinge o barranco provocando pequenos desmoronamentos, que com o tempo avançou e comprometeu a rua Maria de Lourdes Ferreira.

Agora a Secretaria de Obras está trabalhando no sentido de redirecionar o curso d'água canalizando e desviando a água do barranco. Depois de concluída a obra do desvio do leito a Secretaria vai fazer um aterro no local que teve a terra carreada pelas águas do ribeirão.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Ufla obtém resultados de excelência no Enade Agência da Copasa em Lavras voltou com o atendimento presencial, mas com restrições
   
Inaugurado na Ufla, o LabCovid, que realizará exames de diagnóstico da Covid - veja fotos Ufla, em parceria internacional, realiza pesquisa inédita sobre a reconstrução do clima da Amazônia
   
Vacinação contra sarampo para jovens e adultos em Lavras vai até o dia 30 Bombeiros de MG atenderam a 40 afogamentos nos 12 primeiros dias de outubro
.

Flashes de Notícias

.  

Blog Sabrina Cicareli:

Decoração da minha Kitnet Tudo de Bom no Os Mais Influentes Revista Elitte 2019
   
Tudo de Bom no Destaque Sales Pesquisa Lavras 2019 Série Viajadamente no Chile - Parte 7 - Valle Nevado
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras