Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Comportamento /


Publicada em: 10/07/2018 11:00 - Atualizada em: 10/07/2018 15:06
Professores da escola estadual Tiradentes, em Lavras, fazem paralisação
Mais de 120 escolas em Minas Gerais tiveram as atividades paralisadas ontem, em Lavras, apenas uma escola parou

Imagem ilustrativa extraída do site: opsumpba.wordpress.com

 

Nota da Redação: Em contato com a Reportagem do Jornal de Lavras, a diretora Maria Luiza Carvalho Silva, da E.E. Tiradentes, esclareceu que "a escola está parcialmente paralisada no turno matutino (alguns professores aderiram a paralisação) e no turno vespertino a escola está funcionando normalmente".

Os servidores da Educação em Minas Gerais paralisaram as atividades ontem segunda-feira, dia 9, e reivindicam o pagamento do salário até o quinto dia útil. Segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Educação, 121 escolas informaram que paralisaram totalmente as atividades de um total de 3.461 unidades de ensino.

Em Lavras, a escola estadual Tiradentes também paralisou suas atividades e hoje, terça-feira, dia 10, a escola continua parada. A reportagem do Jornal de Lavras entrou em contado com as escolas estaduais de Lavras, elas continuam trabalhando, porém, discutem a possibilidade de parar também.

Hoje, terça-feira,  os servidores do ensino público estadual vão até a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para acompanhar a votação da Proposta de Emenda à Constituição Estadual (PEC 49), que propõe o pagamento do piso nacional dos professores. De acordo com informação do Ministério da Educação, o piso nacional do magistério em 2018 é de R$ 2.455,35, para jornada de 40 horas semanais.

A Secretaria de Estado da Fazenda divulgou a escala de pagamento do mês de julho aos servidores da educação, conforme a nota da pasta, "a decisão de parcelar os salários dos servidores do Executivo Estadual está atrelada ao déficit de R$ 8 bilhões e também à atual crise econômica que, inclusive, levou o governo de Minas Gerais, com aprovação da Assembleia Legislativa, a decretar estado de calamidade financeira. Portanto, o escalonamento dos salários, que passou a vigorar em fevereiro de 2016, está diretamente relacionado à possibilidade real de desembolso do Tesouro Estadual, sempre priorizando o compromisso de pagamento da folha", informou em nota.

Confira como ficou a escala de julho: 1ª parcela: sexta-feira, dia 13; 2ª parcela: quarta-feira, dia 25; 3ª parcela: terça-feira, dia 31. Segundo a nota da Secretaria de Estado de Fazenda, os critérios adotados serão os seguintes: Na primeira parcela, serão depositados até R$ 3 mil para os servidores da Segurança Pública e da Fhemig. Para os demais servidores, serão depositados até R$ 1,5 mil. Na segunda parcela, os critérios serão iguais aos da primeira. Na terceira parcela, serão depositados os valores restantes para todos os servidores.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli

.

Vídeos:

.

Leia também:

Ufla promoverá ação para prevenir e conscientizar sobre o AVC Ciclista de Lavras morre atropelado na BR-381
   
Acidente mata motorista de carreta na MG-332, em Bom Sucesso Bombeiros atenderam ocorrência de incêndio em residência de Lavras
   
Cursos de Engenharia Civil e Pedagogia da Ufla conquistam a excelência em avaliação do MEC Oportunidade para estagiar na Petrobrás Distribuidora
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Caixa Postal: 98 - CEP: 37.200-000 - Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras