Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 10/08/2017 16:53 - Atualizada em: 10/08/2017 21:00
TCE paralisa licitação de empresa que faria estudo sobre o transporte público em Lavras
Decisão do TCE poderá atrasar o andamento da concorrência para a escolha da próxima concessionária do transporte coletivo em Lavras

Foto: Arquivo Jornal de Lavras

 

 

(35) 99925.5481   @jornaldelavras    @jornaldelavras   @jlavras   jornaldelavras

O contrato com a concessionária de transporte público Autotrans encerra no dia 10 de dezembro deste ano, diante disso, o prefeito José Cherem terá que abrir um processo licitatório para a escolha de uma nova empresa de transporte coletivo. Para que a escolha atendesse as necessidades dos lavrenses, o Chefe do Executivo abriu um processo licitatório para contratar uma empresa especializada para realizar um estudo junto à população visando atender as necessidades dos usuários do transporte coletivo.

O estudo analisaria a necessidade da contratação de mais de uma empresa de transporte público (concorrência), valor das passagens, horários, se seria preciso abrir novas linhas, que tipo de ônibus seria usado, da necessidade ou não de cobrador e outras questões, tudo isso seria levantado junto aos usuários. De posse desta pesquisa, a Prefeitura de Lavras montaria o processo licitatório e as empresas que participariam da licitação teriam que se adequar às necessidades dos usuários do transporte coletivo em Lavras.

O processo para a escolha da empresa que faria o estudo foi suspenso por decisão conselheiro Hamilton Coelho, do Tribunal de Constas do Estado (TCE), baseado em denúncia de um cidadão de nome José Francisco Lemos, da cidade de São Paulo. A decisão do TCE poderá atrasar o andamento da concorrência e quem poderá se beneficiar com esta decisão de paralisação é a empresa Autotrans. Se não estiver em posse da pesquisa, restará ao Chefe do Executivo prorrogar o contrato com a Autotrans ou então a renovação.

A reportagem do Jornal de Lavras conversou com o assessor de Licitações da Prefeitura de Lavras Marcos Henrique Rodrigues, segundo ele: "apesar do entendimento da Assessoria de Licitações da inexistência de irregularidades apresentadas na denúncia junto ao Tribunal de Contas de Minas Gerais, considerando a necessidade de realização do estudo técnico para melhor satisfação da população lavrense nos serviços de transporte coletivo, o qual é o interesse primeiro da Administração Municipal, entendeu-se por bem a alteração do edital de acordo com os apontamentos do relator do Tribunal de Constas do Estado de Minas, visando a realização de estudo técnico do transporte coletivo com maior rapidez, optando-se pela elaboração de novo edital".

Ainda de acordo com o Assessor de Licitações, "o que deve ficar claro para a população é à busca da atual gestão pela melhor qualidade dos serviços de transporte público no município".

A reportagem tentou falar com o prefeito José Cherem na manhã de ontem, mas ele estava reunido com uma equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). 

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli

Leia também:

Aulão de Zumba é oferecido pela Prefeitura de Lavras gratuitamente
Menor foi apreendido com drogas em linha férrea de Lavras
Mulher baleada em troca de tiros em S. A. Amparo deixou UTI
Festival de Atletismo Escolar será realizado nesse sábado na Ufla
14 BIS fará show em praça pública de Coqueiral

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras