Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 27/12/2016 16:39 - Atualizada em: 28/12/2016 10:17
Silas chama vereador "Tilili" de birrento e diz: "foi uma lástima este homem para nós"
Em entrevista a Rádio Cultura Silas não poupou críticas ao presidente da Câmara, seu ex-aliado e ex-integrante de sua base

Silas na rádio ataca seu ex-aliado, o vereador Luciano de Melo, chamando-o de "birrento" e chama Marcos Cherem de "cassado" Foto: PML

 

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

O prefeito Silas Costa Pereira concedeu uma entrevista a Rádio Cultura, ele falou com o radialista Dário Costa no início da tarde desta terça-feira, dia 27. Na ocasião, ele falou sobre a situação em que vai deixar a prefeitura e culpou o atual presidente da Câmara, o seu ex-aliado e de sua base de sustentação, Luciano Fernandes de Melo

Ele fez duras críticas ao vereador Luciano Fernandes de Melo, o "Tilili", como é conhecido. Silas disse: "o nosso presidente da Câmara, que eu infelizmente coloquei lá, tivesse tido a... sei lá... o espírito de cidadão e não o de vingança, por ter perdido a eleição, ele teria devolvido esse dinheiro e nós estaríamos com essas ruas praticamente todas recapeadas, é lamentável que ainda existam pessoas assim". 

Disse também que não fez a operação tapa-buracos "por conta dessa birra do presidente Tilili". Disse também que priorizou o pagamento dos salários e disse ainda: "tanto é que os salários da Prefeitura estão praticamente em dia, a única coisa que falta é os 30% do 13º, que é pouco". Ele disse ainda que o normal, que ele esperava que acontecesse, que mesmo reformando o prédio da Câmara, com R$ 700 mil, ainda restavam R$ 700, que o presidente poderia ter devolvido outros, ele disse: "mas ele não devolveu, ele torrou, gastou sem ter precisado gastar, com isso comprometeu o 13º, comprometeu os buracos nas ruas e assim por diante, foi uma lástima este homem para nós como prefeito".

Sobre o ex-prefeito Marcos Cherem, Silas se referiu a ele como "prefeito cassado", quando se referiu ao projeto de reenquadramento dos servidores, que ele congelou durante seu mandato e descongelou agora para que o prefeito eleito pelo voto possa colocar em prática. Disse que foi um estrago o projeto, que foi impopular, que ele tinha consciência disso, mas que se não tivesse tomado essa medida, de congelamento, a prefeitura teria parado há muito tempo.

Disse que fez o que sua consciência mandou, mesmo sabendo da impopularidade dessa ação. Justificou dizendo que estava no limite de gastos com a folha. Disse que agora conseguiu sair daquela zona de perigo que estava, saindo agora em dezembro.

Disse também: "agora o que nós estamos assistindo, os vereadores, seis ou sete deles, liderados pelo vereador João Paulo Felizardo, proporem que haja uma lei delegada e que esta lei delegada, além de permitir que o prefeito possa mudar a estrutura administrativa, o que é lógico, justo e necessário, ele precisa ter uma certa liberdade sem precisar de passar pela Câmara, de alterar o número de secretarias, etc, etc, isso é perfeitamente razoável, só que eles entraram com uma jogada agora de também incluir na lei delegada o futuro prefeito, ao seu bel prazer, mexer também no Plano de Cargos e Salários, isso é um absurdo".

Silas disse que graças ao vereador José Henrique Rodrigues, que pediu vistas ao projeto, a chamada lei delegada não passou, ele disse que espera que isso não passe, que seria um retrocesso, disse que espera que a nova Câmara possa cuidar disso com todo carinho.

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Agência do Banco Itaú, da Zona Sul de Lavras, está fechada temporariamente por causa da pandemia Incêndio supostamente criminoso destruiu veículo na Zona Norte de Lavras - veja vídeo
   
Prefeitura de Lavras divulgou que denúncias nos finais de semana contra aglomerações devem ser feitas no 190 da PM Bombeiros capturaram cobra que invadiu uma casa em Lavras
   
Ufla poderá armazenar vacinas do Governo do Estado em seus Ultrafreezers Decreto da Prefeitura de Lavras prevê uso obrigatório de máscara também em vias públicas
   
PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras