Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 17/11/2016 18:33 - Atualizada em: 18/11/2016 11:59
Silas não atendeu pedido de vereadores e dinheiro da repatriação foi usado para pagar empresa de lixo
Vereadores haviam pedido que os recursos oriundos da repatriação fossem usados para pagar salários e 13º dos servidores

Prefeito Silas Costa Pereira oficializou Câmara que usou dinheiro da repatriação para pagar empresa de coleta de lixo urbano (Foto ilustrativa extraída do site da Prefeitura de Lavras)

 

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Os vereadores João Paulo Felizardo e Alisson Mattioli estiveram em Brasília no início do mês para tratar de assuntos diversos, mas um em especial: os recursos da repatriação. Os dois vereadores disseram que o dinheiro deveria ser usado para quitar a folha de pagamento dos servidores e o 13º salário. O vereador João Paulo Felizardo declarou, no dia 10 deste mês, que esse dinheiro poderia ser a "tábua de salvação" para os servidores públicos municipais de Lavras, que estão recebendo seus salários escalonados e até então, corriam o risco de não receberem o 13º salário nesta administração.

O vereador Marcos Possato também entrou na defesa dos servidores e publicou, em sua página do Facebook, que iria enviar ao prefeito Silas, na próxima reunião da Câmara Municipal, um ofício pedindo para ele utilizar os recursos extras da repatriação para pagar o 13º dos servidores municipais.

Ontem, quarta-feira, dia 16, o prefeito Silas Costa Pereira protocolou na Câmara Municipal um ofício comunicando o presidente daquela Casa Legislativa, que havia recebido R$ 1.557.771,68 milhão, e esse recurso foi usado para pagar a empresa que faz a coleta de lixo urbano, referentes aos meses de julho e agosto.

No mesmo ofício o Chefe do Executivo comunica que até a próxima sexta-feira, dia 18, no caso amanhã, iria pagar os servidores que recebem até R$ 2,8 mil.

Silas ainda pede no ofício aos vereadores que lhe devolva dinheiro no final de dezembro. De acordo com o Chefe do Executivo, em ofício endereçado ao presidente da Câmara Municipal: "Assim sendo, reitero a V. Exª. nosso pedido feito verbalmente, para que, após verificadas as despesas previstas por esta Câmara e considerando os R$ 1.120.000,00 que lhe repassaremos em duas parcelas (20/11 e 20/12), nos sejam devolvidos, também em parcelas o montante que exceder aos gastos".

Ele finaliza: "Certo da compreensão e do espírito público de V. Exª e dos demais integrantes dessa Casa apresento minhas cordiais saudações", e assina. O ofício foi protocolado na Secretaria da Câmara Municipal hoje, quinta-feira, dia 17.

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Agência do Banco Itaú, da Zona Sul de Lavras, está fechada temporariamente por causa da pandemia Incêndio supostamente criminoso destruiu veículo na Zona Norte de Lavras - veja vídeo
   
Prefeitura de Lavras divulgou que denúncias nos finais de semana contra aglomerações devem ser feitas no 190 da PM Bombeiros capturaram cobra que invadiu uma casa em Lavras
   
Ufla poderá armazenar vacinas do Governo do Estado em seus Ultrafreezers Decreto da Prefeitura de Lavras prevê uso obrigatório de máscara também em vias públicas
   
PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras