Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 10/11/2016 12:02 - Atualizada em: 10/11/2016 14:45
Vereadores querem que recurso de Lavras referente a repatriação seja usado para pagar servidores da Prefeitura
João Paulo Felizardo e Alisson Matiolli querem que recurso destinado ao município oriundo da repatriação dos dólares seja usado unicamente para este fim

Vereador Alisson Mattioli, Geraldo Tadeu (PSD), vereador João Paulo Felizardo e deputado federal Diego Andrade, presidente estadual do PSD mineiro

 

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

O governo arrecadou R$ 50,9 bilhões com o processo de regularização de ativos mantidos por brasileiros no exterior, chamado de "repatriação". A União dividiu parte do valor arrecadado com os estados e com os municípios. Os estados ficarão com 21,5% da arrecadação do imposto e, os municípios, com 23,5%. Dos 23,5% destinados aos municípios, Lavras receberá mais de 2 milhões: exatamente R$ 2.493.888,59, segundo informações da Confederação Nacional dos Municípios.

Esse dinheiro pode ser a "tábua de salvação" para os servidores públicos municipais de Lavras, que estão recebendo seus salários escalonados e até então, corriam o risco de não receberem o 13º salário nesta administração. Mas para que isso se concretize, os vereadores terão que exigir que esses recursos sejam destinados exclusivamente para quitação da folha de pagamento.

O vereador João Paulo Felizardo (PSD) já está movimentando neste sentido, ele esteve esta semana em Brasília, juntamente com o vereador Alisson Matiolli, onde se reuniu com o deputado federal Diego Andrade (PSD). O parlamentar lavrense se inteirou do programa de repatriação e como os recursos destinados aos municípios podem ser aplicados. Por não existir nenhum impedimento, o vereador João Paulo Felizardo e o vereador Alisson Mattioli vão se reunir com os outros vereadores e apresentar a eles a ideia de requerer, em bloco, que o dinheiro seja aplicado exclusivamente na quitação da folha de pagamento.

Segundo o vereador João Paulo Felizardo, "a atual administração deverá acompanhar indicação dos vereadores, vez que devido a Lei de Responsabilidade Fiscal, o chefe do executivo não poderá passar determinadas dívidas ao novo gestor, como, por exemplo, a folha de pagamento dos servidores. Caso isso ocorra, o gestor responde pela ilegalidade".

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Ufla poderá armazenar vacinas do Governo do Estado em seus Ultrafreezers Decreto da Prefeitura de Lavras prevê uso obrigatório de máscara também em vias públicas
   
PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
   
Rua de Luminárias com 9 faixas de pedestres virou meme nas redes sociais Covid-19: Associação Médica de Lavras manifesta através de nota oficial
   
LabCovid e Prefeitura de Ingaí realizam coleta para exame de Covid-19 Começou a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Lavras
   
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras