Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Trabalho /


Publicada em: 08/09/2016 11:22 - Atualizada em: 08/09/2016 15:44
Sindicato dos Metalúrgicos realizou assembleia na porta da TRW em Lavras
Sindicato dos Metalúrgicos negociou com representantes da TRW e conseguiu assegurar algumas vantagens para os servidores que foram demitidos

Funcionários ouviram do vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos o que foi conquistado junto aos representantes da fábrica. Fotos: Jornal de Lavras

 

 

(35) 99925.5481... @jornaldelavras..  @jornaldelavras.. @jlavras... jornaldelavras

Na manhã desta quinta-feira, dia 8, a diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Lavras se reuniu com os funcionários da TRW em assembleia, que foi realizada na porta da fábrica, no distrito industrial. A convocação da assembleia foi para informar como foi a reunião do sindicato com a empresa.

O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Ednei Venâncio Raimundo, disse que aquele órgão havia pedido a empresa a manutenção dos salários dos funcionários por um ano, cesta básica por um ano e extensão do plano de saúde também por um ano.

Ednei disse aos servidores que a empresa negociou com o sindicato e concedeu seis meses de cesta básica, seis meses de plano de saúde, antecipação da PLR (Participação nos Lucros e Resultado) e concedeu também a reposição da campanha sindical de 9,44%.

A empresa vai conceder esses benefícios, porém, em ajuda financeira, ou seja: os benefícios serão computados ao acerto trabalhista e serão pagos de uma única vez. A proposta foi passada aos servidores.

A reunião na porta da fábrica contou com a participação dos funcionários demitidos, de sindicalistas e também alguns candidatos a vereador e a prefeito. O candidato a prefeito Leandro Moretti pediu a palavra, mas ela foi negada pela direção do sindicato.

Moretti falou depois que a reunião do Sindicato acabou, ele conversou informalmente com os servidores da TRW e pediu a eles que fossem até a Câmara Municipal na segunda-feira, para a votação do PIDE (Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico de Lavras).

O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Ednei Venâncio (foto), falou com a reportagem do Jornal de Lavras. Questionado se ele tinha conhecimento que a extinção da fábrica da TRW em Lavras era irreversível, ele disse que os representantes disseram a ele que as edificações pertenciam à empresa e que a fábrica poderia voltar às atividades em Lavras talvez em 2020, se a economia do país se recuperar.

Sobre a propriedade do imóvel, Ednei foi questionado pela reportagem se havia cessão de uso como forma de ocupação parcial de bem público, ele disse que nem a Prefeitura de Lavras e nem a Câmara Municipal se manifestou a respeito disso, disse também que ninguém da Prefeitura ou da Câmara procurou o Sindicato dos Metalúrgicos para passar informações se existe ou não cessão de uso de bem público, mas essa informação poderia ajudar e muito na negociação com a empresa.

Clique aqui e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras