Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Trabalho /


Publicada em: 08/09/2016 11:22 - Atualizada em: 08/09/2016 15:44
Sindicato dos Metalúrgicos realizou assembleia na porta da TRW em Lavras
Sindicato dos Metalúrgicos negociou com representantes da TRW e conseguiu assegurar algumas vantagens para os servidores que foram demitidos

Funcionários ouviram do vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos o que foi conquistado junto aos representantes da fábrica. Fotos: Jornal de Lavras

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jlavras    

Na manhã desta quinta-feira, dia 8, a diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Lavras se reuniu com os funcionários da TRW em assembleia, que foi realizada na porta da fábrica, no distrito industrial. A convocação da assembleia foi para informar como foi a reunião do sindicato com a empresa.

O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Ednei Venâncio Raimundo, disse que aquele órgão havia pedido a empresa a manutenção dos salários dos funcionários por um ano, cesta básica por um ano e extensão do plano de saúde também por um ano.

Ednei disse aos servidores que a empresa negociou com o sindicato e concedeu seis meses de cesta básica, seis meses de plano de saúde, antecipação da PLR (Participação nos Lucros e Resultado) e concedeu também a reposição da campanha sindical de 9,44%.

A empresa vai conceder esses benefícios, porém, em ajuda financeira, ou seja: os benefícios serão computados ao acerto trabalhista e serão pagos de uma única vez. A proposta foi passada aos servidores.

A reunião na porta da fábrica contou com a participação dos funcionários demitidos, de sindicalistas e também alguns candidatos a vereador e a prefeito. O candidato a prefeito Leandro Moretti pediu a palavra, mas ela foi negada pela direção do sindicato.

Moretti falou depois que a reunião do Sindicato acabou, ele conversou informalmente com os servidores da TRW e pediu a eles que fossem até a Câmara Municipal na segunda-feira, para a votação do PIDE (Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico de Lavras).

O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Ednei Venâncio (foto), falou com a reportagem do Jornal de Lavras. Questionado se ele tinha conhecimento que a extinção da fábrica da TRW em Lavras era irreversível, ele disse que os representantes disseram a ele que as edificações pertenciam à empresa e que a fábrica poderia voltar às atividades em Lavras talvez em 2020, se a economia do país se recuperar.

Sobre a propriedade do imóvel, Ednei foi questionado pela reportagem se havia cessão de uso como forma de ocupação parcial de bem público, ele disse que nem a Prefeitura de Lavras e nem a Câmara Municipal se manifestou a respeito disso, disse também que ninguém da Prefeitura ou da Câmara procurou o Sindicato dos Metalúrgicos para passar informações se existe ou não cessão de uso de bem público, mas essa informação poderia ajudar e muito na negociação com a empresa.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli

.

Vídeos:

.  

Leia também:

Senar: cursos gratuitos para os trabalhadores rurais do Sul de Minas -21/05 a 27/05/2018

 

Mercado Municipal abre licitação para ocupação de quatro lojas

 

 

Polícia Civil desencadeou a maior operação contra a pedofilia no Brasil

 

 

Saúde de Lavras recebe quase R$ 400 mil de verba parlamentar destinada pelo deputado Fábio Cherem

 

Uso de celular durante as refeições pode engordar, concluiu pesquisa na Ufla

 

 

Vídeos nas redes sociais mostram mortandade de peixes no rio Grande, na região de Lavras e Ribeirão Vermelho

 

 

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras