Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / Esporte /


Publicada em: 27/06/2016 08:34 - Atualizada em: 27/06/2016 13:06
Zequinha Barbosa vê em Lavras, promessa para as Olimpíadas de 2020
Um campeão brasileiro e medalhista olímpico está em Lavras treinando atletas que vão disputar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro

Atleta recebe diploma de Mérito Esportivo, concedido pelo gabinete do vereador Marcos Possato, mas em nome de toda comunidade lavrense. Abaixo, à esquerda, Vereador Marcos Possato e os atletas João Vitor de Oliveira e Tamiris Liss. Abaixo, à direita, Possato e Zequinha Barbosa e o professor Fernando de Oliveira (Fotos: Jornal de Lavras)

 

 

(35) 99925.5481   @jornaldelavras    @jornaldelavras   @jlavras   jornaldelavras

Atletas que vão disputar o Troféu Brasil de Atletismo, em busca do índice olímpico, estão em Lavras treinando na pista da Universidade Federal de Lavras (Ufla), uma pista que é considerada uma das melhores do Brasil e que foi fabricada com o mesmo material das pistas usadas na Europa e na América do Norte. O técnico da comitiva de atletas é Zequinha Barbosa, que foi vice-campeão mundial dos 800 metros em 1991.

José Luís Barbosa, o Zequinha Barbosa, nasceu em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul em maio de 1961, enfrentou a pobreza para se tornar um dos principais meio-fundistas do mundo. Ele saiu de Três Lagoas, começando no atletismo em 1978 com 17 anos, quando se mudou para Araçatuba (SP), onde treinou e aos 21 anos vence pela primeira vez o Troféu Brasil de Atletismo.

De Araçatuba Zequinha foi morar em Guarulhos (SP), se juntando a uma das maiores equipes de atletismo do Brasil, nessa equipe além de Agberto Guimarães e outros atletas, entre eles João Carlos de Oliveira, o João do Pulo. Em 1983, Zequinha foi morar e treinar nos Estados Unidos, se juntando a Joaquim Cruz e Agberto Guimarães, disputando os jogos olímpicos de Los Angeles de 1984.

Em 1988, participou dos Jogos Olímpicos de Seul, onde correu 800 metros rasos ficando em sexto lugar. Participou nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992, obtendo a quarta colocação nos 800 metros. Em 1996, participou nos Jogos Olímpicos de Atlanta.

Zequinha se tornou um dos únicos atletas a participar de 4 olimpíadas, 9 campeonato mundiais e 3 jogos Pan-Americanos, tornou se um dos maiores meio fundista no mundo, ficando ranqueado entres os 10 melhores atletas do mundo por 9 anos consecutivos. Foi o primeiro atleta da América Latina, tirando atletas dos Estados Unidos, a ser tornar campeão do circuito mundial do grand prix. Em 1991 foi ranqueado número 1 no mundo. Zequinha é terceiro atleta de mais conquistas de resultado da historia dos 800 metros.

Suas melhores marcas foram nos mundiais, começando com o ouro no Mundial Indoor de 1987 e prata no Outdoor de Tóquio. Sua última grande conquista foi à medalha de ouro no Pan-Americano de Mar del Plata, em 1995. Hoje ele mora nos Estados Unidos e trabalha como técnico no Granite Hills High School, de San Diego, na Califórnia, Estados Unidos.

Ele conversou com a reportagem do Jornal de Lavras e falou sobre o projeto do professor Fernando de Oliveira, o CRIA (Centro Regional de Iniciação ao Atletismo), coordenado por ele e mantido pela Universidade Federal de Lavras (Ufla). Segundo Zequinha Barbosa, o professor Fernando faz em Lavras o que é feito nos Estados Unidos nas universidades, onde são formados grandes atletas.

Zequinha disse, ainda, que no grupo de atletas do professor Fernando, ele viu pelo menos 8 promessas para as Olimpíadas de 2020, elogiou muito o trabalho de quem ele chama de amigo Fernando. Sobre a pista de atletismo da Ufla, Zequinha falou que são idênticas as melhores pistas dos Estados Unidos e da Europa.

O vereador Marcos Possato tem uma amiga que mora nos Estados Unidos e que também é amiga de Zequinha Barbosa, quando ela soube que ele estava embarcando para o Brasil, para trabalhar em Lavras treinando atletas que vão competir nas Olimpíadas, ela pediu para que Zequinha entrasse em contato com o vereador, o que foi feito.

No dia seguinte o vereador Marcos Possato voltou a Ufla e homenageou o atleta olímpico com um diploma de Mérito Esportivo, que foi dado pelo seu gabinete, uma homenagem, que apesar de ser de iniciativa do gabinete, o vereador fez questão de dizer que a homenagem era em nome dos lavrenses.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli

Leia também:

Bombeiros de Lavras atenderam a quatro ocorrências de incêndio nesta segunda-feira
Monografia de estudante de Direito da Ufla ganha prêmio nacional
Caminhoneiro reage a assalto e mata assaltante na BR-381, em Carmo da Cachoeira
Acidente de motocicleta mata jovem em Campo Belo, o segundo em dois dias
Copasa acendeu a "luz amarela": o lavrense precisa economizar água

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras