Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / História /


Publicada em: 15/06/2016 21:56 - Atualizada em: 16/06/2016 08:55
Mobilidade urbana: fatos curiosos na história de Lavras
Mobilidade urbana é uma área que os administradores públicos desconhecem e não levam a sério

Rua Benedito Valadares, antiga Caetano Machado, a primeira rua a ser calçada em Lavras, há 181 anos. Foto: Google Street View

 

 

(35) 99925.5481   @jornaldelavras    @jornaldelavras   @jlavras   jornaldelavras

.

A mobilidade urbana refere-se às condições de deslocamento da população no espaço geográfico das cidades. Nos últimos anos, o debate sobre a mobilidade urbana vem se acirrando cada vez mais, haja vista que a maior parte das grandes cidades do país vem encontrando dificuldades em desenvolver meios para diminuir a quantidade de congestionamentos ao longo do dia e o excesso de pedestres em áreas centrais dos espaços urbanos.

Hoje um dos maiores problemas de Lavras certamente é a falta de planejamento no que se refere à mobilidade urbana. A falta de conhecimento na área é facilmente percebida pela quantidade de quebra-molas que tem na cidade, se numa esquina um veículo bate com o outro, a solução encontrada pelo poder público é a construção de um quebra-molas no dia seguinte à colisão.

No livro ABC do Desenvolvimento Urbano, um dos coautores da obra faz uma observação interessante no capítulo Onde Investir: "existem duas formas para você medir o grau de inteligência dos políticos do interior, uma é quando você chega a uma cidade e de longe enxerga que a maior edificação é a torre da igreja e não chaminés de indústrias ou prédios altos; a outra é o número de quebra-molas nas ruas. Sugestão: volte imediatamente para casa, vá procurar outra localidade para investir".

O registro mais antigo de mobilidade urbana em Lavras está fazendo hoje, quarta-feira, dia 15 de junho, 181 anos. No dia 15 de junho de 1835 é iniciado na Vila de Lavras o primeiro calçamento da cidade, ele foi autorizado pela Câmara Municipal, foi na rua Caetano Machado, a primeira rua a ser calçada em Lavras. Segundo consta dos arquivos da Prefeitura, o calçamento foi feito com "lajes de pedras", a 320 réis o "couro" e de 600 réis o "jornal" dos calceteiros. A rua Caetano Machado é hoje a rua Benedito Valadares.

Já o primeiro passeio, em agosto fará 121 anos, sua história começa no dia 20 de agosto de 1895, data da nota de compra de três barricas de cimento inglês da marca "J. B. White & Brothers", para a construção do primeiro passeio da cidade. A compra foi efetuada pela Casa Barateza, a razão de 40 mil réis a barrica, da firma Dias Garcia & Cia., estabelecida a rua General da Câmara, 19 e 21, no Rio de Janeiro.O primeiro passeio cimentado de Lavras foi na rua Sant'Anna, no imóvel de João Alves de Azevedo.

O primeiro asfalto em Lavras foi no final da década de 60, quando o prefeito João Modesto pavimentou um pequeno trecho da rua Misseno de Pádua, mas no dia 4 de maio de 1971, teve início o asfaltamento do centro urbano de Lavras; operários da Prefeitura iniciam o piso alfáltico da praça Augusto Silva, uma iniciativa do ex-prefeito Leonardo Venerando Pereira.

E o primeiro quebra-molas construído em Lavras? Também foi no final da década de 60, pelo ex-prefeito João Modesto de Souza, foi no local conhecido como "Morro do Mirante", na rua Misseno de Pádua. Na época, foi construído o quebra-molas na rua que era calçada com paralelepípedos e foi demolido pouco tempo depois, isso porque um caminhão com um grupo de moradores do bairro de Nova Lavras regressava de um "piquenique" e, quando o caminhão passou sobre a lombada, três pessoas que estavam na carroceria foram jogadas para fora, duas se feriram gravemente e uma morreu. Foi a morte também do primeiro quebra-molas da cidade.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli

Leia também:

Assaltante faz 4 reféns em um posto de combustíveis de Lavras
Motorista embriagado provoca acidente em Lavras e foge sem prestar socorro
Duas tragédias familiares no Sul de Minas em menos de dez horas
Radar na rodovia que liga Lavras a Luminárias, no km 612, começa a operar dia 12
Vacina desenvolvida com o apoio da Fapemig atua contra a dependência química
Comitiva de Lavras se reuniu com Kassab em Brasília para apresentar Lavrastec
.  

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras