Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 27/04/2016 22:47 - Atualizada em: 28/04/2016 11:56
Silas anuncia redução de plantões médicos na UPA e escalonamento de salários
Silas "joga a toalha" oito meses antes de deixar o cargo e anuncia medidas impopulares e que sacrificarão servidores e população

Silas surpreende com anúncios que sacrificarão a população e servidores, mas preserva cargos de confiança

 

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

O prefeito Silas Costa Pereira se reuniu com a imprensa lavrense na tarde desta quarta-feira, dia 27, para anunciar um pacote de medidas que passará a vigorar a partir da próxima semana, dia primeiro de maio.

O pacote atingiu em cheio os servidores municipais, pois Silas anunciou o escalonamento dos salários, culpou a crise econômica em que o país está passando, porém, Silas foi secretário de Planejamento da ex-prefeita Jussara Menicucci em 2012, quando o Brasil tinha uma situação diferente de agora, crescia 5% ao ano, mesmo assim, ele não conseguiu equilibrar as contas da ex-prefeita, que no final de seu mandato atrasou três meses de salários e o 13º dos servidores, além de não honrar os compromissos com fornecedores.

O Chefe do Executivo anunciou também outra medida e esta vai atingir a população lavrense: a redução de plantões médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O corte na saúde foi uma surpresa, ninguém esperava. O Prefeito falou também que vai cortar pela metade as horas extras, falou dos atrasos dos repasses de verbas dos governos federal e estadual, do aumento do desemprego e da inflação.

Era esperado que o Chefe do Executivo "cortasse na própria carne", como por exemplo, fizesse a fusão de secretarias, como a Cultura ser absorvida pela Educação, Meio Ambiente pela Obras ou até mesmo a criação de uma super secretaria que englobaria quatro ou cinco secretarias, porém, preservando Educação, Saúde e Obras. 

Ele pediu a compreensão de todos, disse que a operação tapa-buracos vai continuar, falou que tem ciência de que as medidas são desgastantes e antipáticas, mas são inevitáveis, disse que temos de conviver com a situação com criatividade e prudência até que "essa onda passe e a gente volte a ter tranquilidade". Silas disse que o escolamento acontecerá de forma tranquila a partir do salário de abril, que é pago em maio, e disse também que poderá ocorrer a necessidade de demitir servidores efetivos, caso a crise se agrave, apesar de ser muito remota esta possibilidade.

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
   
Rua de Luminárias com 9 faixas de pedestres virou meme nas redes sociais Covid-19: Associação Médica de Lavras manifesta através de nota oficial
   
LabCovid e Prefeitura de Ingaí realizam coleta para exame de Covid-19 Começou a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Lavras
   
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras